Quiroga – Central tecnicista e polivalente

Facundo Hernán Quiroga nasceu a 10 de Janeiro de 1978 em San Luis – Argentina. Depois de dar nas vistas no Newell`s Old Boys foi indicado por Mirko Jozic para o Sporting, onde chegou no Verão de 1998.

Defesa central muito jovem, de grande capacidade técnica (a quem alguns acusavam de falta de “nervo”), estreou-se oficialmente de verde e branco a 24 de Agosto de 1998 no Vitória de Setúbal-Sporting (1-1) para a 1ª jornada do Campeonato Nacional. Mostrava muita classe e começava a convencer os adeptos quando, logo na parte inicial da temporada, se lesionou em Bolonha ficando de fora no que restou da época…

No ano seguinte começou como titular – ao lado de Beto, mas a chegada de André Cruz, em Janeiro, relegou-o para o banco de suplentes. Ainda assim fez 19 jogos contribuindo para o tão festejado título de 2000.

A contratação de Phil Babb levou ao seu empréstimo para o Nápoles onde deu excelente conta de si em 2000/01, regressando a Alvalade na época seguinte e contribuindo para a magnífica temporada leonina com a conquista do Campeonato e da Taça de Portugal. No entanto, os “donos” do centro da defesa eram Phil Babb e André Cruz, pelo que alternou com Beto e César Prates na titularidade no lado direito. Fez 26 jogos e marcou o seu 1º golo oficial a 23 de Março de 2002 num Sporting-Salgueiros (2-0).

Em 2002/03 foi o sportinguista mais utilizado como defesa-direito o que causava alguma estranheza, pois, na altura, era frequentemente convocado para a seleção da Argentina onde alinhava no centro da defesa. Em 2003/04 fez a sua última temporada pelo Sporting não sendo presença assídua na equipa, mas continuava a ir à seleção das “Pampas”.

Jogou pela última vez a 9 de Maio de 2004 no Vitória de Guimarães-Sporting (0-2) da última jornada do Campeonato Nacional.

Totalizou 5 épocas, 97 jogos e 2 golos pelo Sporting, ganhando 2 Campeonatos Nacionais, uma Taça de Portugal e uma Supertaça.

Jogou depois vários anos no Wolfsburgo (da Alemanha) de onde transitou (já em final de carreira) para o River Plate, Huracán e All Boys (onde jogou até 2013).

Foi 16 vezes internacional pela Argentina.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário