Tomaz de Macedo

Tomaz Saraiva de Macedo Faria nasceu a 11 de Janeiro de 1917 em Lisboa. Muito jovem começou a praticar desporto no Sporting, passando pelo Andebol de 11, Atletismo e Basquetebol.

Foi no Andebol de 11 que atingiu maior notoriedade. Era um desportista carismático, chamavam-lhe mesmo o “Peyroteo do Andebol” devido ao facto de ser terrivelmente eficaz.

Em 1938 já era uma das principais figuras da equipa que conquistou o seu 5º Campeonato Regional. No ano seguinte marcou 7 dos 9 golos com que o Sporting venceu o Lisgás (9-1) sagrando-se, mais uma vez, campeão lisboeta.

Outro título regional aconteceu em 1940, e mais uma vez Tomaz foi o melhor marcador da competição, com 30 golos. Nesse mesmo ano foi Campeão Nacional de Atletismo no lançamento do dardo com 46m31cm.

O seu percurso desportivo sofreu então um interregno, mas em 1944 voltou a dar nas vistas ao sagrar-se Campeão Regional de Atletismo no lançamento do dardo com 48m54cm. No ano seguinte voltou a estar em foco ao, entre muitos outros, marcar o golo que deu ao Sporting o seu 8º titulo regional de Andebol de 11.

No final da sua carreira desportiva terá ficado a mágoa de nunca se ter sagrado Campeão de Portugal na sua modalidade de eleição (o Andebol de 11), mas para a História ficou a sua excelente carreira, bem como no Atletismo – onde chegou a ser o melhor português no lançamento do dardo.

Curiosamente, ao mesmo tempo que brilhava no Sporting, tornou-se uma famosa vedeta do cinema, para o qual entrou em 1938 estreando-se com “A Rosa do adro” (numa altura em que outros grandes sportinguistas como António Silva ou Vasco Santana faziam parte do meio cinematográfico). Até 1967 participou num total de 8 filmes que fizeram dele um “galã” do nosso audiovisual.

Morreu a 3 de Março de 1980.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário