Deivid – Credenciado no seu país, faltou-lhe tempo no Alvalade…

Deivid de Sousa nasceu a 22 de Outubro de 1979 em Nova Iguaçu – Brasil. Depois de se iniciar no clube local, encetou um percurso ascendente como futebolista que passou pelo Santos, Corinthians, Cruzeiro (onde foi campeão nacional), Bordeús e de novo Santos (onde foi de novo campeão brasileiro, ao lado de Robinho).

Chegou ao Sporting no defeso de 2005 e suscitou grandes expetativas entre os sportinguistas pois acreditava-se que poderia fazer uma dupla fantástica com Liedson.

Estreou-se oficialmente (com o treinador José Peseiro) a 10 de Agosto numa receção à Udinese (0-1) para a pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões. Marcou pela 1ª vez logo na jornada inaugural do Campeonato num triunfo por 2-1 sobre o Belenenses. Apesar de parecer um pouco pesado e lento, os seus atributos técnicos eram inegáveis, e acabou por ser muitas vezes titular, marcando presença em 33 jogos (8 golos marcados).

Após a época de adaptação esperava-se muito dele no ano seguinte, mas depois de ter marcado 2 golos num triunfo por 3-2 sobre o Boavista no 1º jogo da época, caiu nos sportinguistas como um “amargo de boca” a notícia de que estava vendido ao Fenerbahçe da Turquia por cerca de 4,5 milhões de euros… Ficou-se por aí o seu trajeto de verde e branco, no qual totalizou 34 jogos oficiais e 10 golos.

De verde e branco provou ser um futebolista com bom nível técnico, um atacante de categoria, embora lhe faltasse maior engodo pelas balizas contrárias – e a prova disso é a sua relativamente baixa média de golos marcados para um ponta-de-lança de equipa grande.

Na Turquia (onde foi Campeão) fez um bom percurso durante 5 anos. Depois regressou ao seu país para representar o Flamengo e mais tarde o Curitiba onde terminou a carreira em 2014.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário