1982 – Show de Manuel Fernandes na Supertaça de Futebol

1 de Dezembro de 1982. Depois de ter perdido na 1ª mão em Braga por 2-1, o Sporting conquistou brilhantemente, em Alvalade (perante 25.000 pessoas), a sua 1ª Supertaça nacional ao “esmagar” os bracarenses (de Juca) por 6-1.

Sob o comando de António Oliveira (que acumulava as funções de treinador e jogador) o Sporting alinhou com: Meszaros; Virgílio, Kikas (José Eduardo), Carlos Xavier e Mário Jorge; Lito, Marinho e Kostov; Freire (Bukovac), Jordão e Manuel Fernandes.

O Sporting começou muito cedo a construir a sua vitória. Logo aos 2 minutos, numa jogada rápida de ataque, Lito e Manuel Fernandes surgiram em boa posição para inaugurar o marcador – foi o capitão a fazê-lo. 7 minutos depois surgiu o 2-0 e a vantagem na competição. Jordão, de cabeça, correspondeu com mestria a um centro largo de Manuel Fernandes.

O intervalo chegou com 2-0 e talvez não se esperasse a goleada que viria a surgir no 2º período de jogo. Aos 64 minutos Virgílio cruzou ao 2º poste e, de novo Jordão, outra vez de cabeça, aumentou a contagem. 3 minutos se passaram para que Lito fizesse o 4º golo, num belo chapéu a Valter depois duma magnífica combinação entre Jordão e Kostov. A 9 minutos do fim Manuel Fernandes bisou, recargando um remate fortíssimo de Lito.

O Sporting “fechou a loja” aos 84 minutos com um golo espetacular de Manuel Fernandes (o seu 3º). Partindo do meio campo, o avançado leonino driblou 5 adversários até entrar na área e rematar a contar. O Estádio, naturalmente, levantou-se em júbilo.

Ainda houve tempo para, aos 86 minutos, o Sporting de Braga fazer o seu golo de honra por Vítor Oliveira, de penalty, a castigar falta de Meszaros sobre Fontes.

Jaime Lopes, chefe do departamento de futebol leonino, afirmou no final: “Foi a 1ª grande vitória do Sporting este ano, mas desde a época passada que não paramos de ganhar títulos”. Quanto aos problemas que se dizia existirem no balneário: “Foi pena que não estivessem estado ainda agora lá dentro. Tirámos fotografias com a Supertaça, toda a gente estava satisfeita, toda a gente ria… Realmente o nosso capitão Manuel Fernandes está a ser ouvido devido a uma entrevista dada ao jornal A Bola, e até a atribuição de culpas está inocente…” Nessa referida entrevista o capitão sportinguista havia elogiado expressamente o (despedido) técnico Malcolm Allison, o que não caiu bem entre a classe dirigente leonina…

Post to Twitter

Deixe o seu comentário