2013 – 5ª Supertaça para o Futsal com triunfo claro sobre o Braga

1 de Setembro de 2013. A cidade de Coimbra, mais propriamente o Pavilhão Multidesporto Dr. Mário Mexia,  recebeu a Supertaça de Futsal disputada por Sporting e Sp. Braga, numa reedição da final da Taça de Portugal. As bancadas encheram-se de sportinguistas, a sua grande maioria do centro do país, que apoiaram incondicionalmente a equipa leonina.

A partida, tal como era esperado, iniciou-se com o domínio do Sporting, que logo no 1º segundo podia ter inaugurado o marcador, mas o poste da baliza bracarense não o permitiu. Com os pupilos de Nuno Dias a atuarem em ataque continuado, a fazer uma boa circulação de bola e com o Sp. Braga a jogar na expetativa no erro da equipa verde e branca (mas a darem uma excelente répica), previa-se que mais tarde ou mais cedo o golo dos leões chegasse. Assim aconteceu, aos 16 minutos, e foi Alex (da zona dos 10 metros, o brasileiro desferiu um potente remate que ainda bateu no poste esquerdo antes de entrar na baliza defendida por Beto) a abrir o ativo e colocar lógica no marcador.

O Braga ainda reagiu, com 2 remates perigosos, mas mesmo antes do intervalo houve canto de Deo e João Matos iludiu bem a marcação surgindo na área a rematar à vontade para o 2º golo.

Na 2ª parte o Sporting teve uma entrada de rompante e apenas num minuto dilatou a vantagem para 4-0 com golos de Deo e Pedro Cary. Deo (aos 24) recuperou a bola sobre Miguel Almeida, combinou com Alex, e concluiu. Segundos depois foi Pedro Cary quem rematou e festejou o 4º tento dos leões.

O Braga ainda tentou responder através duma grande penalidade, mas Cristiano negou o golo a Paulinho. Apesar de tudo, aos 32 minutos, Amílcar amenizou a derrota dos bracarenses.

Até final o jogo continuou a ser agradável, bem jogado (sobretudo pelo Sporting), mas não surgiram mais golos, terminando o resultado num confortável 4-1 que proporcionou aos leões a conquista da sua 5ª Supertaça.

O treinador Nuno Dias referiu no final: “Sem termos feito um grande jogo, o mais importante foi a vitória. Conseguimos o pleno e um feito histórico para o Sporting. Esta vitória não só nos dá uma grande alegria, como nos pode lançar para uma época de sucesso.” Sobre o apoio dos sportinguistas em Coimbra, Nuno Dias não se mostrou surpresa: “Não estou nada surpreendido, eles habituaram-nos a isto. Esta zona do país habituou-nos a este apoio e a esta euforia. Esta vitória também é dos sportinguistas, pela força e pelo apoio que sempre nos deram.”

A equipa: Cristiano, Marcelinho, Deo (1), Caio, Alex (1), Paulinho, Djo, Divanei, João Matos (1), Pedro Cary (1) e Miguel Ângelo.

video

Post to Twitter

Deixe o seu comentário