1910 – 1ª grande vitória coletiva, nos Jogos Olímpicos Nacionais

Junho de 1910. No Velódromo de Palhavã disputaram-se os primeiros Jogos Olímpicos Nacionais, uma festa do desporto que congregava várias modalidades, com destaque para o Atletismo. A prova foi organizada sob a égide da Sociedade Promotora de Educação Física Nacional por sugestão do seu presidente – o conde de Penha Garcia.

Este acontecimento foi uma verdadeira “pedrada no charco” na pequenez do desporto nacional. Para certas modalidades, sobretudo o Atletismo, este foi um evento que marcou o seu verdadeiro eclodir, com as novidades da contagem de tempos, homologação de marcas, listas de recordes e de campeões.

Talvez por uma deficiente divulgação, a assistência às provas não foi significativa, mas estava dado o 1º passo em Portugal para que se realizasse uma competição comparável às grandes reuniões internacionais.

O Sporting, fazendo a 1ª verdadeira demonstração de força da sua História, venceu a competição por equipas mostrando à saciedade que era o mais forte clube desportivo do país.

Os vencedores individuais leoninos foram: Nobre Guedes (salto em altura – 1m25cm), Gabriel Ribeiro (salto em comprimento com corrida – 5m95cm), Alfredo Camecelha (lançamento do peso – 9m38cm – na foto), António Stromp, com apenas 15 anos – ex-aequo com Faria Morais do Ginásio (salto à vara – 2m90cm), e a famosa equipa de Luta de Tração.

Atrás do Sporting ficaram o Ginásio Clube Português (4 vitórias), CIF (2 vitórias), Velo Clube de Lisboa (2 vitórias), Benfica (1 vitória), Atheneu Comercial de Lisboa, Império e Grupo União e Progresso (sem vitórias). Com este triunfo o Sporting conquistou a taça Penha Garcia.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário