Hóquei em Linha surgiu e logo ganhou

Em Fevereiro de 2005 o Sporting destacava o facto de possuir mais uma modalidade, o Hóquei em Linha. O dia foi marcado por um jogo de apresentação no qual os leões bateram o Dramático de Cascais por 6-5.

Disse-se na altura no jornal do clube: “O Hóquei em Linha, mundialmente conhecido por in line hockey, é uma nova modalidade, cariante do hóquei no gelo, com pouco mais de uma dezena de anos, mas que pelo mundo fora já conta com milhões de praticantes em todos os continentes. Tem praticamente assegurada a sua estreia como modalidade olímpica em 2012. É jogada em pavilhão com 5 jogadores por equipa, onde se utiliza um disco (puck) e as regras são bastante semelhantes ao hóquei no gelo, mas com a maior diferença de não serem permitidas cargas. É jogada com patins em linha e o restante equipamento é o mesmo utilizado no hóquei no gelo. O disco pode também ser jogado pelos patins, excepto para marcar golo. Pode ainda jogar-se com a mão, desde que ela não sirva para transportar o disco o que torna o jogo muito rápido e com poucas interrupções (…) Os elementos que compõem a equipa do Sporting são: José Luís Silva e Carlos Tavares (guarda-redes), João Almada, José Capote, Nélson Rodrigues, Ricardo Torres, Geoffray Ramos, Pedro Martins e Gonçalo Marques (defesas); João Leite, Tiago Silva, Hélder Silva, Hugo Rasquinho, André Jorge, Maurício Xavier, Gonçalo Ruivo e Frederico Goes (avançados). A equipa tem como treinador/jogador Hélder Silva.”

O 1º Campeonato disputado por esta equipa denominou-se Campeonato Distrital, mas sendo o único disputado no país era um verdadeiro Campeonato Nacional pois contemplava equipas de Lisboa, Faro, Coimbra, S. João da Madeira e Cascais.

No pavilhão da Sertã, ao bater o Castelense por 12-2 em jogo da 9ª e penúltima jornada, o Sporting sagrou-se campeão. O empate era suficiente, mas a equipa leonina embalou desde bem cedo para um ótima exibição. No final os gritos de “campeões, campeões” foram a imagem de marca do interior da cabina eufórica, transbordante de alegria. Alinharam neste jogo: José Silva; João Almada (1), Hugo Rasquinho (3), Hélder Silva (1), Maurício Xavier (1), João Leite (1), Steve Simões (2), Pedro Rocha, Tiago Silva (2), Ricardo Torres (1), José Capote, Gonçalo Marques, Jorge Ramos, Luís Johansson, André Jorge, Gonçalo Ruivo e Carlos Tavares.

Numa modalidade completamente amadora, cada jogador, gastou “do seu bolso” na compra do equipamento e nas deslocações para treinos e jogos cerca de 1.000 euros. No jornal “Sporting” acrescentou-se ainda que “não lhes custou muito porque 90% dos jogadores são fervorosos adeptos do Sporting.”

Post to Twitter

Deixe o seu comentário