Slimani – Ponta-de-lança poderoso e eficaz

Islam Slimani nasceu a 18 de Junho de 1988 em Argel (capital da Argélia).  Começou no WB Ain Benian, depois passou pelo JSM Chéraga, um clube modesto de Argel da 3ª divisão mas onde brilhou a ponto de ser chamado aos trabalhos da sua Seleção. Depois foi para o CR Belouizdad onde esteve 4 anos sempre em crescendo. Em 2012 estreou-se pela Seleção e começou a despertar o interesse de clubes europeus. Esteve pertíssimo do Nantes mas acabou por ser Bruno de Carvalho a contratá-lo para o Sporting no defeso de 2013, o que o fez tornar-se no 1º jogador do seu país na História do futebol do nosso clube.

Estreou-se oficialmente a 24 de Agosto de 2013 na 2ª jornada do Campeonato em Coimbra (4-0) com o treinador Leonardo Jardim. Marcou o 1º golo oficial a 20 de Outubro do mesmo ano numa receção ao Alba para a Taça de Portugal (8-0)

Nessa 1ª temporada viveu muito tempo “à sombra” de Fredy Montero (que também chegara e teve um início fulgurante de verde e branco), mas pouco a pouco foi conquistando estatuto, chegando mesmo ao final da temporada como titular. Desse ano o seu melhor momento terá sido o golo que derrotou o Porto em Alvalade para o Campeonato (também já marcara na Luz para a Taça de Portugal). No final da temporada (na qual fez 30 jogos e 10 golos) esteve no Mundial do Brasil onde se destacou, facto que lhe “virou a cabeça” ao ponto de ser vítima de um processo disciplinar no início da temporada seguinte, mas conseguiu ver melhorado o seu contrato. Nessa 2014/15 (com Marco Silva) ganhou ainda mais importância na equipa onde era o ponto de referência no ataque. Fez 15 golos em 33 jogos, avultando o que marcou na final da Taça de Portugal perante o Braga (na altura reduziu para 1-2 aos 83 minutos) que o Sporting viria a conquistar nos penaltis.

Com a chegada de Jorge Jesus para 2015/16 viu-se o melhor Slimani de sempre, um jogador que época após época foi evoluindo e que nesta atingiu mesmo o ponto máximo, tornando-se um jogador verdadeiramente fulcral na equipa não só pelos golos que marcou (31 em 46 jogos), mas também pela disponibilidade física e mental que mostrava, sendo sempre o 1º defesa da equipa. Neste temporada os golos mais marcantes foram ao Benfica para o Campeonato (3-0 na Luz) e para a Taça de Portugal (2-1 em Alvalade) e os 2 bis ao Porto para o Campeonato (2-0 em Alvalade e 3-1 no Dragão).

Ainda começou 2016/17 de verde e branco, ainda marcou na vitória por 2-1 sobre o Porto à 2ª jornada (último jogo e golo de verde e branco) mas acabou por sair para o Leicester (surpreendente campeão inglês na época anterior) por 30 milhões de euros.

Assim, acumulou 111 jogos oficiais e 57 golos no Sporting, tendo conquistado 1 Taça de Portugal e 1 Supertaça. Foi o melhor marcador da equipa em 2014/15 com 15 golos (a par de Fredy Montero) e em 2015/16 com 31.

No ranking do site Sporting Canal, Slimani foi o 12º jogador mais importante da equipa em 2013/14, o 11º em 2014/15 e o 2º em 2015/16 (apenas atrás de João Mário) – sempre em evolução.

Em Inglaterra, embora sem o fulgor da última temporada em Alvalade, não tem defraudado as expetativas.

GOLOS de SLIMANI no SPORTING
ÉPOCA LC LE CN TP TL ST TOTAL
2013/14 - - 8 2 0 - 10
2014/15 2 0 12 1 0 - 15
2015/16 1 1 27 2 0 0 31
2016/17 0 - 1 0 0 - 1
Total 3 1 48 5 0 0 57

Post to Twitter

Deixe o seu comentário