2017 – 2ª vitória em duas edições da Taça da Liga de Futsal!

26 de Fevereiro de 2017. A Taça da Liga fez este ano pela 2ª vez parte do calendário do Futsal português. A competição realizou-se no Pavilhão Multiusos de Gondomar e reuniu as 8 melhores equipas portuguesas.

A 23 de fevereiro, no 1º jogo (quartos-de-final) o Sporting venceu claramente o Braga por 6-1 fazendo uma exibição fantástica. Os golos – bis de Diogo, Merlim, Cavinato, Dieguinho e Anilton.

2 dias depois veio o jogo da meia-final frente ao Modicus. E aí o Sporting voltou a estar em bom plano, triunfando por 5-2. Marcaram Cavinato, Varela, João Matos, Leo e o guarda-redes André Sousa (aniversariante neste dia).

A 26 de Fevereiro veio a final numa reedição do ano anterior naquela que foi a 1ª edição da Taça da Liga. O Sporting conquistou esta competição para 2ª vez em 2 anos ao derrotar o Fundão por 4-0.

Num Pavilhão Multiusos de Gondomar cheio, os adeptos Sportinguistas deram um grande apoio à equipa orientada por Nuno Dias.

O 1º lance de relativo perigo aconteceu logo aos 2 minutos através de um lance de bola parada, com o capitão de equipa João Matos a cabecear no coração da área para uma enorme intervenção de Iago. O Fundão reagiu num ataque rápido, em que conseguiu ter vantagem numérica, com Waltinho a aparecer sozinho no lado esquerdo, mas Marcão evitou o golo com uma enorme defesa. O Sporting CP respondeu e no espaço de 2 minutos criou duas grandes oportunidades. Primeiro Cavinato e depois Caio Japa viram as suas intenções travadas pelo brilhantismo do guarda-redes Iago.

Numa partida que estava muito equilibrada, foram mais uma vez as bolas paradas da equipa orientada por Nuno Dias a fazerem a diferença. Dieguinho, bem servido, finalizou de primeira sem hipóteses para Iago e colocou os leões em vantagem no marcador.

A partir daí, os campeões nacionais dominaram completamente as incidências e pouco depois acabaram mesmo por dilatar a vantagem. Diagonal curta de Cavinato, com o ala italiano a aguentar bem o encosto do jogador do Fundão e à saída de Iago a colocar-lhe a bola pelo meio das pernas.

Antes do intervalo ainda houve tempo para o 3º tento, num lance individual brilhante do pequeno mágico Deo. O brasileiro passou por dois adversários e depois desferiu um potente remate, com Iago a não conseguir reagir a tempo.

O Sporting CP entrou no 2º tempo a querer controlar as operações, mesmo tendo uma vantagem confortável, e ficou perto do 4º golo logo aos 2 minutos, valendo ao Fundão mais uma intervenção de Iago a evitar o bis de Cavinato. Pouco depois, os leões ameaçaram novamente o 4º golo, com Iago a continuar a ser decisivo – bela jogada de entendimento entre Leo e Deo, com o segundo a não conseguir bater o guardião do Fundão. A equipa orientada por Nuno Dias continuava a colecionar lances de perigo, e logo a seguir foi de novo Deo a não conseguir desfeitear Iago, que ia evitando o avolumar do marcador.

O Fundão só conseguia sair em transições rápidas, e foi num desses lances que Waltinho apareceu bem no lado esquerdo, mas Marcão saiu muito rápido de entre os postes, evitando o golo. Sem conseguir incomodar a defesa leonina, a equipa do Fundão colocou na quadra o guarda-redes avançado, situação que os verdes e brancos defendem de forma exemplar, como foi demonstrado no 4º golo – Fortino recuperou a bola e rematou para a baliza deserta, acabando com as dúvidas quanto ao vencedor do encontro e do troféu.

O conjunto de João Nuno Ribeiro continuou a arriscar e logo de seguida Marcão voltou a ser protagonista, evitando o golo a Yuyo com as pontas dos dedos, numa extraordinária defesa. Até ao final do encontro, o Fundão insistiu no 5 para 4, mas a defensiva do Sporting CP, comandada por um Marcão intransponível, fechou a baliza a sete chaves.

4-0 foi então o resultado final, com o Sporting CP a conquistar a 2ª Taça da Liga consecutiva, naquele que foi o 100º título na modalidade!

Post to Twitter

Deixe o seu comentário