Futebol – Sporting-1 V. Setúbal-0

2ª jornada da Liga Portuguesa. Depois de uma vitória na Vila das Aves o Sporting recebia o Vitória de Setúbal com a única intenção de se manter só com vitórias. Desta vez Jorge Jesus colocou Podence atrás de Bas Dost, enquanto Jonathan jogou na esquerda da defesa em vez de Fábio Coentrão (aparentemente por poupança) e Battaglia surgiu no meio-campo defensivo em vez de William Carvalho (aqui não se sabe bem o motivo mas suspeita-se que o médio-defensivo leonino esteja de saída). No banco de suplentes chamou-nos à atenção a ausência de Gelson Dala – em 7 elementos apenas o talentoso Iuri Medeiros (que continua sem minutos na Liga) e Doumbia era opções claramente ofensivas.

A equipa: Rui Patrício (5); Piccini (6), Coates (6), Mathieu (6) e Jonathan Silva (5); Battaglia (6); Adrien (6) – Bruno Fernandes (4) 69; Gelson Martins (7), Podence (7) – Doumbia (5) 65 e Acuña (6) – Bruno César (4) 65; Bas Dost (7).

Melhor sportinguista em campo –  Bas Dost

A história do jogo é mais ou menos fácil de contar. Do primeiro ao último minuto o Sporting esteve “em cima” do adversário. Criou várias oportunidades perante um adversário que só defendeu (fez lembrar alguns jogos dos anos 80 e 90…).

Com o passar do tempo a equipa leonina ia ficando mais ansiosa, o golo nunca mais surgia.. Muito perto do fim Bas Dost preparava-se para cabecear para a baliza quando levou um encosto de um adversário nas costas. Bruno Paixão apontou (e bem) para a marca de penalty. O holandês concretizou com categoria e decidiu finalmente a partida!

O Sporting fez uma boa exibição com exceção do último passe, do último remate… Individualmente ninguém esteve especialmente bem, mas Bas Dost foi obviamente decisivo. Battaglia na posição 6 também jogou de forma afirmativa.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário