Futebol – V. Guimarães-0 Sporting-5

3ª jornada do Campeonato Nacional. Depois do empate e da exibição tristonha em Alvalade frente ao Steaua os sportinguistas estavam desconfiados acerca daquilo que os leões poderiam fazer na “cidade berço” de Portugal frente a um adversário muito competitivo.

A verdade é que, desde o 1º minuto da partida, os leões entraram muito fortes e acabaram por realizar uma exibição portentosa, “atropelando” positivamente o antagonista.

Os leões surgiram com Battaglia e Adrien na zona central do meio-campo e Bruno Fernandes mais adiantado, nas costas de Bas Dost. O internacional sub-21 abriu as hostilidades (1º golo oficial pelo nosso clube) com um remate soberbo que abriu o caminho para a vitória (3 minutos). Bas Dost fez o 2º de cabeça aos 21 após canto de Acuña e marcou de novo (23) depois de uma grande abertura de Battaglia para Coentrão e cruzamento perfeito deste para o holandês empurrar com competência para a baliza.

Se alguém esperava uma forte reação do Vitória para a 2ª parte ficou desenganado em pouco tempo, pois embora a equipa da casa tentasse dignamente reagir, o Sporting foi defendendo com grande competência e ao mesmo tempo criando várias oportunidades para fazer subir a marca. Com mais um remate de longe colocado, Bruno Fernandes (aos 60 minutos) aumentou a conta, e já com Iuri Medeiros em campo (o talentoso extremo ajudou a estilhaçar ainda mais a defesa vitoriana), Adrien (85) fechou o marcador após uma jogada brilhante com Iuri.

O final chegou com um 5-0 que não foi nada exagerado (antes pelo contrário) para a excelente exibição leonina, leões que ficaram a dever a si próprios mais alguns golos, enquanto o Vitória praticamente não criou oportunidades.

Em suma, exibição brilhante do Sporting, a fazer pensar que esta equipa se sente muito mais confortável perante adversários que discutem o jogo pelo jogo do que frente a equipas que se fecham completamente lá atrás – um ótimo prenúncio para a Roménia onde é indispensável vencer (ou no mínimo dos mínimos empatar com golos).

Mais uma vez o nosso setor defensivo esteve muito bem (com exceção de Piccini, ainda assim bem melhor que em partidas anteriores). Mathieu teve de sair perto do fim (substituido por André Pinto – estreia oficial) – esperemos que o francês não tenha nada de preocupante.

A equipa: Rui Patrício (7); Piccini (6), Coates (8), Mathieu (8) – André Pinto (1) 84 e Fábio Coentrão (8) – Jonathan Silva (2) 79; Battaglia (8); Adrien (8); Gelson Martins (8), Bruno Fernandes (9) e Acuña (7) – Iuri Medeiros (6) 63; Bas Dost (8).

Melhor sportinguista em campo – Bruno Fernandes.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário