Futebol – Sporting-2 Estoril-1

Depois de duas goleadas notáveis em Guimarães e Bucareste, o Sporting regressou hoje a casa para defrontar o Estoril, uma das equipas que têm surpreendido pela positiva neste início de temporada.

Jorge Jesus optou desta vez por colocar Alan Ruiz na posição 10, recuando Bruno Fernandes para 8 (Adrien não jogou). A equipa; Rui Patrício (5); Piccini (6), Coates (6), Mathieu (7) e Fábio Coentrão (7) – Bruno César (4) 62; Batttaglia (7); Bruno Fernandes (8); Gelson Martins (8), Alan Ruiz (6) – Petrovic (4) 67 e Acuña (7) – Iuri Medeiros (1) 90+1; Bas Dost (6).

Melhor sportinguista em campo – Gelson Martins.

Esperava-se um jogo bem disputado e uma vitória mais ou menos tranquila do Sporting, desde que jogássemos o exigível. A verdade é que os leões entraram como tal na partida, e, logo aos 4 minutos, após uma grande jogada entre Coentrão e Acuña, este centrou bem e Gelson Martins concluiu da melhor forma inaugurando o marcador.  Aos 11 veio o 2º golo, na execução soberba de um livre-direto por Bruno Fernandes.

O Sporting fez pois uns 15 minutos iniciais de grande nível. Depois foi perdendo fulgor e deixando vir ao de cima a qualidade dos visitantes. A perder por 2-0 a equipa de Pedro Emanuel foi somando minutos de posse de bola e criou uma grande oportunidade no 1º tempo numa lance de bola parada à qual Monteiro, sozinho, não chegou por milímetros.

Esperava-se na entrada para a 2ª parte um Sporting capaz de “acabar” com o jogo, mas tal não aconteceu porque falharam-se algumas oportunidades (poucas). Aos 85 minutos golaço para o Estoril por Lucas Evangelista. Com 2-1 os adeptos sportinguistas previram emoções fortes para os últimos minutos, mas de certeza que não estavam à espera que fossem tão fortes assim.

Aos 88 minutos grande cabeçada de Bas Dost para melhor ainda defesa de Moreira. aos 90 grande esforço de Piccini e cruzamento para Bas Dost marcar de cabeça, mas após inúmeros festejos dos sportinguistas o golo foi anulado por intervenção do video-árbitro. Faltava o tempo de descontos, e quase no final Monteiro marca para o Estoril – o estádio entra em desespero, Jorge Jesus dá um murro no banco de suplentes e novamente o vídeo-árbitro anula (e mais uma vez bem)!

O final chega com o triunfo sofrido por 2-1 numa partida em que o Sporting podia e devia ter feito muito mais perante um adversário de “tostões” mas muito bem orientado…

Com esta preciosa vitória o Sporting manteve-se assim entre as equipas que contam por vitórias os jogos disputados, agora apenas com a companhia do FC Porto.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário