Futebol – Feirense-2 Sporting-3

Teste à liderança do Sporting neste início de noite em Santa Maria da Feira. Perante um adversário modesto, sem estrelas, mas muito bem orientado, com uma excelente organização (que já vem da temporada anterior), esperava-se um Sporting mandão e categórico, a impor o seu jogo (como era sua obrigação).

A verdade é que o jogo começou equilibrado, com ambas as equipas a tentar o golo. Aos 24 minutos contratempo para o Sporting com lesão de Piccini – entrou para a equipa Alan Ruiz e Battaglia passou para lateral-direito. Só aos 34 veio a 1ª oportunidade de golo, e para os da casa, mas Rui Patrício opôs-se bem a Etebo. Aos 43 erro de Mathieu e Edson Farias a isolar-se, mas perante Rui Patrício rematou ao lado! O intervalo chegou com 0-0 após uma 1ª parte muito fraca por parte do Sporting, que não chegou a criar uma única clara ocasião de golo.

Essa 1ª oportunidade veio logo no início de um 2º tempo frenético. Bruno Fernandes, de cabeça, após pontapé de canto, mas Caio Secco fez uma excelente defesa. O Sporting ia apertando cada vez mais e o 0-1 veio mesmo, aos 62 minutos, por Coates, de recarga, após pontapé de canto. Logo a seguir, aos 64, golaço de Bruno Fernandes, de chapéu, após passe de Gelson e simulação brilhante de Bas Dost!

O jogo parecia resolvido. Puro engano!… Aos 69 minutos, canto de Tiago Silva e cabeçada portentosa de João Silva, com a defesa leonina a ver… Aos 76 Acunã quase marcava, mas aos 80, Etebo, após uma excelente jogada coletiva, fez o empate. O Sporting, depois de estar a ganhar por 2-0, não teve capacidade para gerir convenientemente o jogo – mal, aliás, que já vem de longe…

Nos últimos 10 minutos o Sporting voltou a apertar, mas o Feirense é uma bela equipa, muito bem a gerir os tempos de jogo. Doumbia e Iuri Medeiros entraram apenas a 5 minutos do fim. O jogo estava partido. Buno Fernandes quase marcava aos 90, mas a bola saiu perto do poste. A seguir Luís Machado surgiu em boa posição mas rematou fraco. Depois Bruno Fernandes voltou a criar muito perigo mas atirou ao lado. 6 minutos depois da hora, Bas Dost ganhou nas alturas e Coates entrou na área, deu uma cabeçada e surgiu carregado completamente a destempo. Penalty evidente e Bas Dost a marcar com muita categoria dando os 3 pontos aos leões.

Em suma, partida muito competitiva na qual o Sporting esteve muito aquém do exigível. Salvaram-se os 3 pontos e uma outra exibição individual. Bruno Fernandes (em dia de aniversário) esteve mais uma vez notável! Bas Dost também muito importante em momentos decisivos. A equipa: Rui Patrício (7); Piccini (3) – Alan Ruiz (4) 24 – Doumbia (2) 85, Coates (7), Mathieu (5) e Jonathan Silva (5); William Carvalho (7); Battaglia (6); Gelson Martins (6), Bruno Fernandes (7) e Acuña (6) – Iuri Medeiros (2) 85; Bas Dost (8).

Melhor sportinguista em campo – Bas Dost

Post to Twitter

Deixe o seu comentário