Futebol – Sporting-0 Marítimo-0

A Taça da Liga (uma competição que o Sporting nunca venceu, e que urge conquistar) começou com a receção dos leões ao Marítimo perante 22.000 pessoas Tal como se esperava, Jorge Jesus fez muitas alterações na equipa, que ficou completamente descaracterizada em relação ao que tem sido os últimos jogos: Salin (6); Ristovski (7), André Pinto (6), Tobias Figueiredo (6) e Jonathan Silva (7); Petrovic (6); Iuri Medeiros (6) – Acuña (2) 56, Bruno César (5) e Mattheus Oliveira (6) – Podence (3) 56; Alan Ruiz (4) – Battaglia (3) 74 ; Doumbia (6).

Melhor sportinguista em campo – Jonathan Silva

Este foi um jogo com pouca história, quase sempre controlado pelo Sporting – que fez mais ataques, teve mais posse de bola, fez mais remates, mas criou muito poucas chances para marcar e não teve um Doumbia muito inspirado na concretização. O Marítimo – que também não se apresentou na máxima força, fez o que pode, e pode muito pouco, sendo também de realçar a boa organização defensiva leonina.

Em termos individuais, de salientar a estreia absoluta em jogos oficiais de Salin (quase sempre seguro) e Mattheus Oliveira (mostrou pormenores) com a camisola sportinguista. Ristovski e Jonathan estiveram bastante bem na laterais. Os centrais seguros. Do meio-campo para a frente pena termos tido um Iuri Medeiros tão desinspirado (se não aproveita as oportunidades não consegue justificar um lugar mais ativo na equipa…). Alan Ruiz jogou pouco (como quase sempre), Doumbia esteve muito voluntarioso, com bons lances, mas não conseguiu marcar…

As contas complicam-se um pouco, exigindo-se agora ao Sporting que vença os 2 jogos que restam…

Post to Twitter

Deixe o seu comentário