Futebol – Sporting-0 FC Porto-0

O Sporting recebeu este noite o Porto numa altura em que distava 2 pontos do adversário (e da liderança do Campeonato). Perante uma excelente moldura humana, e apesar das más indicações dos últimos 3 jogos (sem vitórias) esperava-se uma equipa mandona, que a jogar na nossa “fortaleza” fosse capaz de asfixiar o adversário, vencer e tomar a liderança da competição.

Infelizmente nada disso aconteceu. O Sporting fez uma 1ª parte quase inenarrável, sem conseguir ligar uma jogada de ataque. Na defesa foram valendo as boas exibições de Rui Patrício e dos centrais. Na 2ª parte as coisas melhoraram um pouco, mas nunca se sentiu que estaríamos perante uma vitória iminente…

Ainda faltava meia-hora para jogar quando Jorge Jesus tirou do jogo o nosso futebolista mais em destaque neste início de temporada (Bruno Fernandes) que tinha criado e falhado a única verdadeira oportunidade dos leões – se um jovem de 23 anos, praticamente em início de temporada, não tem fôlego para jogar a meio da semana e ao fim-de-semana alguma coisa vai mal no departamento físico da nossa equipa.

Até final o Sporting foi mostrando um pouco mais de capacidade que no 1º tempo, mas as grandes oportunidades voltaram a ser dos visitantes… Aos 90 minutos (!!!) Jorge Jesus mexeu na equipa chamando ao jogo Daniel Podence.

O final chegou com um tristonho empate (mais um…) para uma equipa que dá sinais preocupantes jogo após jogo… Nada está perdido, mas demonstrações de incapacidade como esta não auguram nada de bom. Jorge Jesus justificou o mau resultado com a baixa prestação de alguns jogadores (um filme sempre visto e repetido quando as coisas não correm bem).

A equipa: Rui Patrício (9); Piccini (7), Coates (8), Mathieu (8) e Jonathan Silva (6); William Carvalho (7) e Battaglia (6); Gelson Martins (7), Bruno Fernandes (6) – Bruno César (4) 62 e Acuña (5) – Podence (1) 90; Bas Dost (5).

Melhor sportinguista em campo – Rui Patrício.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário