Futebol – Rio Ave-0 Sporting-1

Esperava-se um adversário competitivo para o Sporting em Vila do Conde, mas esperava-se também que o Sporting impusesse o seu jogo e ganhasse naturalmente. A 2ª premissa não aconteceu. Os leões fizeram uma exibição muito pobre, foram quase sempre inferiores ao adversário e acabaram por ganhar com alguma felicidade a 5 minutos do fim com uma bela cabeçada de Bas Dost a cruzamento de Battaglia.

O Rio Ave teve mais posse de bola, mais ataques, mais cantos, mais remates, mais tudo… menos eficácia, e aí vem ao de cima a grande exibição do nosso guarda-redes Rui Patrício, que mais uma vez, foi o “salvador da pátria” com mais que um punhado de grandes intervenções que mantiveram o zero na sua baliza.

Preocupante é que, depois de vários meses de trabalho, o Sporting tenha apresentado em Vila do Conde um fio de jogo tão débil, uma consistência tão sofrível, um coletivo tão deficitário em relação ao mínimo exigível. É claro que não há nenhuma equipa do mundo que faça sempre grandes exibições, há noites más, e ganhar nessas noites más costuma ser fundamental nas contas finais dos campeonatos. Assim seja!

A equipa; Rui Patrício (9); Piccini (5), Coates (5), Mathieu (4) – André Pinto (5) 29 e Fábio Coentrão (5); William Carvalho (5); Bruno Fernandes (7) – Doumbia (1) 82; Gelson Martins (5), Podence (4) – Battaglia (6) 46 e Acuña (5); Bas Dost (7).

Melhor sportinguista em campo – Rui Patrício.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário