Futebol – Sporting-2 Sp. Braga-2

O Porto tinha ganho, o Benfica tinha ganho, o Sporting recebia o Braga e tinha por imperativa uma vitória para não perder pontos em relação aos rivais. O adversário vinha moralizado, numa série de 5 triunfos consecutivos, tem um bom plantel, um bom treinador e não vinha ao Alvalade para passear.

Os bracarenses até começaram melhor o jogo, mas o Sporting acabou por ganhar alguma prevalência e no 1º tempo obrigou o guarda-redes Matheus a boas defesas a remates de Coates e Bruno Fernandes.

Os primeiros 25 minutos do 2º tempo foram o melhor período leonino na partida, mas ainda assim o Braga marcou (Carlos Xistra invalidou) num lance confuso pois Fransérgio estava em jogo mas um colega, ao lado, estava adiantado – o árbitro deveria ter esperado pela conclusão do lance antes de decidir e acabou por decidir mal.

O Sporting reagiu de pronto, Bas Dost esteve muito perto de marcar a cruzamento de Bruno César mas depois marcou mesmo (65 minutos) após centro de Bruno Fernandes.

Para os últimos 20 minutos Abel mexeu na equipa e mexeu bem, liquidando completamente as intenções de Jorge Jesus. O Braga começou a prevalecer e o Sporting a recuar… Aquilo que era quase inevitável aconteceu, com os bracarense a fazerem o empate de penalty (imprudência de Coates) por Dyego Sousa e a virarem mesmo o resultado por Danilo num remate de longe que ressaltou em André Pinto. Finalmente, já nos descontos, o empate “caiu do céu” para os leões, com Alan Ruiz a ser carregado na área por Ricardo Horta e Bruno Fernandes a concretizar.

Em suma, empate comprometedor do Sporting perante um bom adversário. Jorge Jesus mostrou-se impotente para responder à competência tática de Abel Ferreira. Os leões até tinham mais 2 dias de descanso que o adversário mas isso não se notou minimamente. A luta pelo título ficou mais difícil – agora urge dar uma resposta cabal.

A equipa: Rui Patrício (6); Ristovski (6), Coates (4), André Pinto (5) e Jonathan Silva (6); Battaglia (7); Bruno Fernandes (8); Gelson Martins (7), Bruno César (6) – Alan Ruiz (4) 87 e Acuña (5) – Podence (6) 44; Bas Dost (8) – Doumbia (2) 80.

Melhor sportinguista em campo – Bruno Fernandes.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário