Bobby Robson – Uma figura do Futebol internacional

Robert William Robson nasceu a 18 de Fevereiro de 1933 em Sacriston – Inglaterra. Influenciado pelo pai, descobriu o encanto pelo futebol e com 17 anos já era profissional no Fulham. Em 7 anos no clube londrino destacou-se como ponta-de-lança passando depois para o West Bromwich Albion. A seguir chegou à Seleção. Em 1962 regressou ao Fulham onde se tornou treinador de sucesso.

Em 1969 começou um grande trabalho no Ipswich Town construindo uma equipa que anos depois brilharia a nível interno e na Europa. Em 1982 chegou à Seleção inglesa onde se manteve 6 anos, partindo então para o PSV Eindhoven onde se sagrou por duas vezes campeão holandês.

No defeso de 1992 chegou ao Sporting pela mão de Sousa Cintra (tendo como adjuntos Manuel Fernandes e José Mourinho – este mais no papel de tradutor) e por sua iniciativa homens como Stan Valckx, Juskowiak, Capucho, Cherbakov ou Porfírio começaram a dar nas vistas em Alvalade.

O início do seu percurso de verde e branco foi complicado e apesar de alguns bons momentos nada conseguiu conquistar. Ainda assim continuou para 1993/94, contando então com reforços como Costinha, Paulo Sousa ou Pacheco. Começou bem a temporada mas uma eliminatória que pareceu “embruxada” frente ao Casino Salzburgo, no qual o Sporting venceu em casa por 2-0 (com Figo a atirar duas bolas nos postes) e perdeu fora por 3-0 (após prolongamento), sofrendo o 2º golo aos 90 minutos, atirando 3 bolas aos postes e ainda sendo vítima duma péssima exibição do guarda-redes Costinha, levou a que Sousa Cintra perdesse a paciência e o substituisse por Carlos Queiroz, por quem o presidente já “suspirava” há muito… (nessa altura os leões iam no 4º lugar no Campeonato mas muito próximos na liderança – a 3 pontos e com menos 1 jogo).

Robson nunca tinha “provado” o amargo sabor do despedimento (confessou que chorou), mas rapidamente se recompôs ao juntar-se ao FC Porto onde ainda foi a tempo de ganhar a Taça de Portugal (ao Sporting de Queiroz…). Nos 2 anos seguintes foi campeão nas Antas, ganhando ambos os jogos em Alvalade… Depois foi para Barcelona onde ganhou tudo menos o Campeonato (…), passando ainda 1 ano no PSV antes de terminar a carreira no clube do coração – o Newcastle, onde cumpriu os últimos 5 anos dum percurso notável. Foi condecorado com a Ordem do Império Britânico em 1990 e com o título de cavaleiro em 2002, ambos pelo seu serviço ao Futebol.

Morreu a 31 de Julho de 2009 vitima dum cancro que o atormentava há quase 20 anos e ao qual foi resistindo com a determinação e coragem que todos lhe reconheciam. Gostava muito de ouvir os Beatles e de ler a Bíblia…

BOBBY ROBSON como TREINADOR do SPORTING
ÉPOCA J V E D GM GS %
1992/93 41 22 11 8 71 37 67,1%
1993/94 18 12 2 4 30 14 72,2%
Total 59 34 13 12 101 51 68,6%

Post to Twitter

Deixe o seu comentário