Futebol – Estoril-2 Sporting-0

Com a possibilidade de regressar (à condição) à liderança do Campeonato, o Sporting foi ao Estoril perder por 2-0 com a equipa local. Sem Gelson Martins, Daniel Podence e Bas Dost, a equipa leonina perde muita criatividade em termos ofensivos. Por outro, os leões vinham dando mostras há largo tempo de pouca consistência do seu futebol. Com exceção da partida frente ao Marítimo, em que a nossa equipa esteve em excelente plano, têm-se sucedendo empates e vitórias muito difíceis, com exibições pobres (Jorge Jesus chama-lhe à italiana mas todos sabemos que é outra coisa…).

Os leões não podem esmorecer. Apesar de tudo foi um longo período sem derrotas internas e isso tem de ter algum motivo. O Sporting tem de facto jogado pouco mas normalmente lá vai conseguindo os seus objetivos e ainda a semana passada conquistámos um título inédito para o clube. Vamos ver como reage a equipa na partida do Dragão na próxima semana. Vai ser um teste às suas verdadeiras capacidades, perante um adversário que está num grande momento de forma.

Hoje no Estoril o vento ou o facto de o adversário ter marcado primeiro não podem servir de desculpa, como é óbvio. O Sporting até criou várias oportunidades de golo (bem mais do que nas últimas partidas) mas foi muito perdulário, permitindo também ao adversário várias chances para marcar. A equipa não funciona bem, emperra muito no processo ofensivo, com um claro défice de criatividade e imaginação. Vamos ver o que nos reservam os próximos jogos…

A equipa no Estoril: Rui Patrício (6); Piccini (5), Coates (5), Matthieu (6) e Fábio Coentrão (7) – Bryan Ruiz (4) 64; Battaglia (5) – Fredy Montero (4) 46; William Carvalho (6); Bruno César (5) – Rúben Ribeiro (5) 54, Bruno Fernandes (6) e Acuña (6); Doumbia (6).

Melhor sportinguista em campo – Fábio Coentrão.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário