Futebol – Astana-1 Sporting-3

16 avos de final da Liga Europa. No Cazaquistão, após uma longa viagem, num país “gelado” nesta altura do ano, num relvado sintético, perante um adversário com algum valor mas muito pouco ritmo competitivo, o Sporting procurava um resultado agradável que encaminhasse o apuramento para a próxima eliminatória.

Felizmente o Estádio do Astana tem um sistema de aquecimento excelente. O teto fecha e ficam cerca de 15 graus o que dá boas condições para a prática do futebol. Ainda assim o Sporting não entrou muito bem e sofreu um golo logo aos 7 minutos – livre marcado por Shitov a colocar a bola à entrada da área, com a defesa do Sporting a ver jogar. Tomasov destacou-se, controlou a bola e disparou com o pé esquerdo sem hipóteses para Rui Patrício.

O Sporting nunca se recompôs totalmente durante a 1ª parte. Rui Patrício foi-se evidenciado, mas, no entanto, o Sporting também foi criando uma ou outra situação, que culminou num golo limpo de Doumbia mal anulado (começa a ser sina do costamarfinense).

A 2ª parte não podia ter começado melhor. Logo aos 47 minutos, cruzamento de Piccini e mão de Logvinenko na área. Bruno Fernandes marcou muito bem o penalty empatando a partida. Logo a seguir, aos 50 minutos, cruzamento de Acuña da esquerda e Gelson a dominar bem e a atirar a contar – era o 1-2!

O Astana tentou reagir de pronto, mas novo golo para o Sporting, aos 58 minutos – grande abertura de Acuña a lançar Bruno Fernandes sobre a esquerda. O médio cruzou tenso e Doumbia, sem marcação, concluiu bem.

Em poucos minutos o Sporting ficou a ganhar por 3-1 e a eliminatória a caminho da resolução. Ainda por cima o Astana ficou com 10 homens aos 62 minutos. Até final o Sporting poderia ter forçado e marcado mais… o Astana também ainda atirou ao poste.

A equipa: Rui Patrício (7); Piccini (7), Coates (7), André Pinto (6) e Fábio Coentrão (6) – Battaglia (5) 58; William Carvalho (6); Bruno Fernandes (8); Gelson Martins (7) – Rúben Ribeiro (1) 84, Bryan Ruiz (6) e Acuña (7); Doumbia (7) – Fredy Montero (5) 61.

Melhor sportinguista em campo – Bruno Fernandes.

Agora é vencer no Alvalade para seguir em frente rumo, esperamos todos, à final da competição!

Post to Twitter

Deixe o seu comentário