Futebol – Marítimo-2 Sporting-1

Última jornada do Campeonato Nacional. Depois do empate caseiro frente ao Benfica (numa demonstração clara de falta de ambição e arrojo) onde poderia, em caso de vitória, ter garantido o 2º lugar do Campeonato, o Sporting foi à Madeira com a obrigatoriedade de vencer para garantir o tão importante acesso à pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

A equipa: Rui Patrício (4); Piccini (5) – Doumbia (1) 83, Coates (5), Mathieu (7) e Fábio Coentrão (5) – Bryan Ruiz (4) 54; William Carvalho (6); Battaglia (5) – Fredy Montero (2) 68; Gelson Martins (6), Bruno Fernandes (8) e Acuña (6); Bas Dost (7).

Melhor sportinguista em campo – Bruno Fernandes.

O Sporting entrou dominador e assim se manteve durante todo o jogo. Apesar disso a equipa, numa partida absolutamente fulcral e decisiva, mostrou-se com pouco nervo (exceção ao sempre exemplar Bruno Fernandes).

O Marítimo marcou primeiro numa cabeçada na sequência de um canto – por Joel. Logo no minutos seguinte Bruno Fernandes colocou bem em Gelson na direita e este assistiu Bas Dost para um remate de classe que empatou a contenda.

Até final o Sporting procurou por todos os meios – mas com pouca inspiração – chegar à vantagem, enquanto os maritimistas se limitavam a defender e perder tempo… Já nos descontos, após um remate fraco de Ghazarian, Rui Patrício deixou estranhamente a bola passar num chamado “frango” pouco habitual no nosso extraordinário guarda-redes.

O Sporting termina assim o Campeonato num modesto 3º lugar (e que só não foi 4º porque o Rio Ave venceu o Braga…). Os leões nunca conseguiram ser uma equipa consistente ao longo da competição e as boas exibições contam-se pelos dedos de uma mão.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário