Atletismo – Octocampeãs nacionais de pista!

22 de Julho de 2018. Após 2 dias de provas no Campeonato Nacional de Clubes de pista ao ar livre, que decorreu no Estádio 1.º de Maio, em Braga, a equipa feminina do Sporting CP sagrou-se octocampeã (48º título no total), com acumulado de 156 pontos, mais 43 pontos do que o Benfica, 2º classificado, e da Juventude Vidigalense, 3º lugar (113 pontos).

No total de 21 provas, as leoas venceram 17, provando que são, efetivamente, as maiores de Portugal. Os resultados:

100m – 1ª Lorene Bazolo – 11,44s

4x100m – 1ª Sporting CP – 45,49s

100m barreiras – 1ª Olímpia Barbosa – 13,80s

200m – 1ª Lorene Bazolo – 23,60s

400m – 1ª Cátia Azevedo – 52,72s

4×400 – 1ª Sporting CP – 3m35,95s

400m barreiras – 1ª Andreia Crespo – 58,96s

800m – 1ª Salomé Afonso – 2m08,64s

1.500m – 2ª Salomé Afonso – 4m26,61s

3.000m – 2ª Carla Salomé Rocha – 9m30,29s

3.000m obstáculos – 3ª Lília Martins – 11m16,14s

3.000m marcha – 1ª Vitória Oliveira – 13m32,25s

5.000m – 1ª Sara Moreira – 16m00,12s

Altura – 1ª Anabela Neto – 1m76cm

Comprimento – 1ª Evelise Veiga – 6m13cm

Disco (1kg) – 1ª Irina Rodrigues – 58m38cm

Martelo – 1ª Vânia Silva – 60m69cm

Peso – 1ª Jéssica Inchude -16m45cm

Triplo salto – 1ª Patrícia Mamona -14m19cm

Vara – Marta Onofre não atingiu saltos válidos

Dardo – 1ª Jéssica Barreira – 45m40cm

Relativamente à equipa masculina, ficou-se 2º lugar, com 145 pontos, a 10 do Benfica (155), e com uma vantagem de 41 pontos face ao 3º classificado, o Sp. Braga (104).

No total de 21 provas, os atletas leoninos alcançaram o 1º lugar do pódio em 7. Os resultados:

100m – 1º Carlos Nascimento – 10,31s

4x100m – 1º Sporting CP – 40,29s

110m barreiras – 2º Rasul Dabó – 14,28s

200m – 1º Carlos Nascimento – 21,05s

400m – 2º Soufiane Bouhadda – 47,21s

4x400m – 1º Sporting CP – 3m10,43s

400m barreiras – 1º Jordin Andrade – 50,95s

800m – 4º Sandy Martins – 1m57,30s

1.500m – 1º Paulo Rosário – 4m08,38s

3.000m – 2º Nuno Lopes – 8m20,52s

3.000m obstáculos – 2º Fernando Serrão – 9m02,80s

5.000m – 2º Bruno Albuquerque – 13m57,76s

5.000m marcha – 1º João Vieira – 19m44,96s

Altura – 2º Nelson Pinto – 2m07cm

Comprimento – Miguel Paim Marques chegou à final mas não obteve saltos válidos

Dardo (800g) – 2º Tiago Aperta – 69m71cm

Disco (2 kg) – 2º Edujose Lima – 53m70cm

Martelo – 2º Miguel Carreira – 70m95cm

Peso – 2º Marco Fortes – 19m10cm

Triplo salto – 2º Carlos Veiga – 16m31cm

Vara – 2º Edi Maia – 5m00cm

Carlos Silva, coordenador técnico da modalidade, demonstrou um sentimento ‘agridoce’ face às classificações: “Temos de ser frios na análise. Em relação ao desempenho da equipa masculina, não foi positivo. Ficou um pouco aquém das expectativas. Não só das expectativas, mas de todo o trabalho desenvolvido. Vamos ter de mostrar mais competência neste campeonato. É uma equipa jovem, com qualidade. Estão a crescer”.

Relativamente à equipa feminina: “Têm feito um percurso extremamente positivo. Bicampeãs da Europa e, acima de tudo, aquilo que apresentam são vários fatores que caraterizam os campeões: respeitam os adversários, respeitam-se a si próprias, quando entram em competição é para ganhar e para fazer o seu melhor e arrasar a pista à leão. Mostraram o porquê de serem uma equipa de alta competitividade”.

Em relação à temporada, Carlos Silva fez um balanço positivo de todos os escalões de formação: “Temos de fazer um balanço muito positivo. Pelo trabalho que se tem desenvolvido nas várias vertentes. Em termos nacionais, o domínio feminino é total. Ganhámos todos os campeonatos. Acrescentado que, mesmo nos escalões de formação, ganhámos os campeonatos em juvenis e juniores. Conquistámos o apuramento para o próximo ano, na Taça dos campeões Europeus de juniores”, finalizou.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário