Triunfo claro sobre ucranianos com jovens em estreia!

13 de Dezembro de 2018. Continuava o “estado de graça” de Marcel Kaiser no Sporting! Nessaa noite (perante 25.504 espectadores), na despedida da Fase de Grupos da Liga Europa (o apuramento já estava garantido), o técnico holandês promoveu a estreia de 2 jovens da formação na equipa principal, deu minutos a vários outros jovens, e mesmo assim o Sporting voltou a ganhar e marcar golos (apesar, claro, da fragilidade do adversário).

A equipa: Salin; Ristovski (Thierry Correia 64), Coates, André Pinto e Acuña; Petrovic; Miguel Luís e Bruno Fernandes (Bruno Paz 73); Carlos Mané, Fredy Montero (Pedro Marques 59) e Jovane Cabral.

A partida valeu sobretudo pela 1ª parte, período no qual o Sporting foi bastante competente. A equipa entrou a jogar abertamente ao ataque e logo aos 9 minutos Miguel Luís isolou-se mas proporcionou uma grande defesa a Tkachenko. Aos 17 veio o 1º golo – começou com uma assistência de Bruno Fernandes para Acuña de calcanhar – este cruzou para a zona de Jovane, que pareceu perder tempo de remate, mas ainda tentou a sorte, a bola fez ricochete num defesa e depois Montero só precisou de lhe acertar com a cabeça para inaugurar o marcador!

Os ucranianos tiveram uma pequena fase de reação, mas o Sporting logo a cortou pela raíz, pois aos 35 minutos Mané arrancou pelo corredor central e serviu Bruno Fernandes em profundidade – este tocou para a entrada de Miguel Luís, que só precisou de encostar quando a defesa do Vorskla estava completamente descompensada – foi o 1º golo deste jovem da Academia na equipa principal!

Aos 44 minutos veio o 3-0. Bruno Fernandes (sempre ele) foi junto à linha de fundo do lado direito, cruzou para o raio de ação de Montero, mas foi o defesa do Vorskla (Dallku) a marcar na própria baliza!…

A 2ª parte foi algo diferente, com muita juventude e irreverência em campo, mas, logicamente, menor capacidade de decisão. Aos 59 minutos Montero saiu lesionado proporcionando a estreia do promissor Pedro Marques. Aos 64 entrou mais um miúdo – Thierry Correia (este já não em estreia absoluta). Aos 73 mais uma estreia – Bruno Paz (e logo para o lugar de Bruno Fernandes – mais uma vez, e para não variar, o melhor em campo).

Já perto do fim, uma sequência de boas oportunidades desperdiçadas, por Thierry, Pedro Marques e Jovane…

O final chegou com mais uma vitória clara (3-0) e um recorde de pontos do Sporting em fase de grupo de competições europeias (13).

Post to Twitter

Deixe o seu comentário