Futebol – Sporting-5 Rio Ave-2

“Mais um moeda, mais um voltinha”. Alvalade, 1/8 de final da Taça de Portugal. O Sporting recebia o sempre “perigoso” Rio Ave, uma equipa que joga muito bem, muito competitiva – perante pouco mais de 12.000 pessoas (estas equipas mereciam muito mais público nas bancadas).

Com Marcel Kaiser o Sporting ainda não “despachou” ninguém a menos de 3… mas é óbvio que qualquer dia isso irá acabar e muitos esperavam que fosse ontem. Não foi.

Sabendo da dificuldade da partida e da importância da competição, Kaiser teve o bom-senso de apostar na melhor equipa, de não correr riscos, e fez muito bem. O Sporting marcou logo aos 4 minutos num belo raide de Acuña culminado numa assistência com “açúcar” que Diaby não desperdiçou. O jogo ficou dividido, mas o Sporting voltou a marcar aos 32 minutos – canto de Acuña, Coates ao poste e Bas Dost na recarga! – 2-0.

O Rio Ave reagia, também criava perigo, mas veio o 3-0 – Jovane entregou curto para Acuña que correu pela esquerda e cruzou para o outro lado da área onde apareceu Bruno Fernandes – o capitão recebeu, controlou e atirou cruzado à baliza – golaço!!!

Em cima do intervalo Matheus Reis reduziu num remate que ainda tabelou em Bruno Gaspar e enganou Renan.

A 2ª parte começou mais uma vez animada. Bola cá, bola lá, perigo nas duas balizas. Culminando uma jogada coletiva absolutamente fabulosa, o Sporting chegou ao 4-1 pela cabeça de Bas Dost após cruzamento milimétrico de Jovane. Pouco depois Bas Dost perdeu um golo feito, a seguir João Schmidt atirou de livre à trave, aos 74 Vinícius com tudo para reduzir – desperdiçou, aos 77 veio o 5-1 – grande passe de Bruno Fernandes e Diaby a rematar forte (a bola ainda bateu no pé do guarda-redes Leo Jardim).

Aos 83 minutos Carlos Vinícius reduziu de penalty (absurdo, porque Coates não jogou a bola com a mão).

O final chegou com 5-2 e mais um jogo de futebol emocionante no Alvalade, com espetáculo (muito, muito!), golos e uma boa vitória. É só isto que nós queremos, nada mais!

Individualmente, de novo o destaque para os jogadores que atuam no meio-campo ofensivo e ataque – todos em belíssimo plano, para além de Acunã (grande jogo). No adversário, o nosso Gelson Dala mostrou a sua qualidade.

A equipa: Renan (6); Bruno Gaspar (6), Coates (5), Mathieu (5) e Acuña (8); Gudelj (5) – Petrovic (5) 55, Miguel Luís (6) e Bruno Fernandes (8); Diaby (8), Bas Dost (8) e Jovane (7).

Melhor sportinguista em campo -  Bruno Fernandes.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário