Futebol – V. Setúbal-1 Sporting-1

Em Setúbal, perante um adversário que tem andado pelas “ruas da amargura”, esteve um Sporting recém-vencedor da Taça da Liga, a 8 pontos da liderança do Campeonato, com a obrigação de chegar, ver, impor-se e ganhar naturalmente – sem estar dependente de árbitros, chuva ou vento. Nada disso aconteceu.

O jogo começou animado com várias jogadas de algum perigo numa e noutra baliza. Aos 24 minutos o Vitória marcou – Cádiz já tinha ameaçado e agora marcou mesmo – Petrovic ainda tentou desarmar o avançado sadino à entrada da área, após a defesa do Sporting ficar toda para trás, mas sem sucesso. Cádiz levou a melhor e chegado ao primeiro poste rematou cruzado para o golo. O Sporting procurou reagir – Wendel até esteve perto de empatar, mas o intervalo chegou com 1-0.

A nossa equipa pareceu entrar com melhor disposição no 2º tempo, mas, após levar uma cotovelada de Mendy que o deixou com visíveis marcas, Ristovski foi expulso (alegadamente por palavras) – o Sporting ficou assim em inferioridade numérica com muito tempo ainda para jogar… A equipa lutava mas pouco conseguia criar. Aos 80 minutos veio finalmente o empate, pelo calcanhar de Bas Dost após solicitação de Bruno Fernandes. Até final Bruno Fernandes e Wendel ainda estiveram perto, mas mesmo no fim, após um erro tremendo de Nani, foi Renan a salvar perante Berto…

O final chegou com um triste 1-1 que deixa o Sporting ainda mais longe do 1º lugar (embora as ilusões do título já tenham acabado há muito), mas também cada vez mais distante de um importantíssimo 2º lugar (devido à possibilidade de acesso à Liga dos Campeões). A nossa equipa continua a parecer cansada e a jogar pouco. Futebolistas como Francisco Geraldes, por exemplo, (mas também Miguel Luís ou Jovane) continuam a não ter oportunidades… é difícil de entender…

A equipa: Renan (7); Ristovski (4), Coates (5), Petrovic (5) – Luiz Phellype (2) 75 e Jefferson (5); Doumbia (7) – Bruno Gaspar (4) 63, Wendel (6) e Bruno Fernandes (7); Raphinha (5) – Nani (4) 63, Bas Dost (7) e Diaby (4).

Melhor sportinguista em campo – Bruno Fernandes.

De destacar a estreia de Doumbia, um reforço recente, que deu boa conta de si – pode ser um jogador importante para a nossa equipa na posição 6.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário