Abertura tímida, mas vitoriosa, na temporada 2020/21

24 de Setembro de 2020. Pré-eliminatória da Liga Europa. 336º jogo e 142ª vitória europeia do Sporting CP.

Em tempos de COVID, a UEFA decidiu que a pré-eliminatória da Liga Europa seria jogada numa só partida. Ao Sporting calhou em sorte receber os escoceses do Aberdeen (à porta fechada), uma equipa com alguma tradição mas que vivia momentos de pouco fulgor.

O Sporting, a fazer a sua estreia oficial na temporada 2021/21 (que seria de glória!), surgiu depauperado devido à pandemia, com vários jogadores infetados e até o próprio treinador, Rúben Amorim, ausente. A equipa apresentou-se com Adán; Neto, Coates e Feddal; Pedro Porro (Gonzalo Plata 88), Wendel (Daniel Bragança 86), Matheus Nunes e Nuno Mendes; Jovane, Tiago Tomás (Sporar 77) e Vietto.

O guardião Adán, o defesa-direito Pedro Porro, o central Feddal e o centrocampista Daniel Bragança estrearam-se oficialmente pelo Sporting.

O Sporting fez uma partida dominadora, mas pouco incisiva. Logo aos 6 minutos Wendel teve uma boa recuperação de bola, soltou para Vietto que descobriu Tiago Tomás em boa posição. O jovem avançado rematou para o melhor sítio abrindo o marcador (o seu 1º golo oficial de verde e branco).

Com vantagem a equipa conseguiu ter uma partida mais ou menos tranquila que só nos últimos minutos se sentiu um pouco ameaçada no tudo por tudo dos visitantes.

Coates foi a todo o tempo figura omnipresente. O uruguaio, melhor futebolista leonino na temporada anterior, iniciou a corrente época em grande, com uma exibição brilhante que deu grande segurança defensiva.

Em termos atacantes os leões criaram pouco. Jovane esteve apagado e desperdiçou uma ótima oportunidade para marcar. Tiago Tomás também teve uma nova chance no 2º tempo, mas a cabeçada saiu por cima. Dos reforços destaque para Pedro Porro (emprestado pelo Manchester City), muito ativo no corredor direito.

Em suma, vitória certa com uma exibição qb, que acaba por ser aceitável fruto das inúmeras condicionantes da equipa – onde não esteve presente, por exemplo, Pedro Gonçalves – o reforço que mais expectativas criava para a nova temporada.

Seguir-se-ia no play-off de acesso à Fase de Grupos os austríacos do Lask Linz, uma equipa que o Sporting já defrontara na temporada passada e que não deixara boas recordações. Desta vez ainda seria pior…

vídeo

Post to Twitter

Deixe o seu comentário