Negrete – “El zurdo de oro” deixou marcas em Alvalade

Manuel Negrete Árias nasceu a 11 de Março de 1959 em Altamirano – México. Começou a sua carreira no Pumas e ganhou destaque por marcar golos de grande espetáculo.

No Mundial do México de 1986 fez um golo fantástico que chamou a si os olhos de todo o mundo mas foi João Rocha quem o conseguiu contratar para o Sporting. A sua chegada a Alvalade foi muito badalada, dele esperava-se grandes cometimentos.

Estreou-se oficialmente num Sporting-Desp. Chaves (3-1) a 20 de Agosto de 1986. Na semana seguinte marcou em Vila do Conde um golo fantástico que deixou os sportinguistas de “água na boca” com enormíssimas expetativas em relação ao novo recruta. Nos primeiros tempos foi titular, com Manuel José. Era um jogador que alinhava pelo centro/esquerda do meio campo, com muito boa técnica, classe indiscutível, mas problemas evidentes de adaptação ao futebol europeu. Para além disso era débil fisicamente o que mais dificultou a sua presença na Europa.

Ainda fez mais alguns golos, destacando-se o que marcou em Akranes que contribuiu para o recorde entre equipas nacionais de goleadas “fora” (9-0) para as Competições Europeias, que persiste, e também o que fez ao FC Barcelona em Alvalade que quase valeu a qualificação na Taça UEFA (não fosse um golo dos catalães quase no final a reduzir para 2-1).

Aos poucos foi perdendo protagonismo na equipa (ainda por cima Manuel José também saiu) e jogou pela última vez pouco mais de 5 meses depois de se ter estreado, num 0-0 em Vidal Pinheiro frente ao Salgueiros numa tarde de dilúvio. Fez um total de 21 jogos oficiais pelo Sporting, com 5 golos marcados. Apesar da sua curtíssima estada em Alvalade deixou boas recordações.

Depois do Sporting jogou ainda em Gijon, mas sem sucesso. Regressou então ao seu país e lá sim, voltou a ser o Negrete que todos conheciam. Jogou ainda em vários clubes terminando a carreira com 37 anos, 57 internacionalizações e 12 golos pela Seleção. “Abraçou” depois a carreira de treinador.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário