Futebol – Sporting-2 Santa Clara-1

22ª jornada do Campeonato Nacional. No Alvalade o Sporting recebia o Santa Clara, uma equipa a passar pelo melhor momento da temporada (por acaso tem sido recorrente nos nossos adversários).

O jogo foi muito difícil. O Sporting, apesar de prevalecer na posse de bola, nunca conseguiu ser dominador perante um adversário que jogou de igual para igual.

Ainda assim, no 1º remate (23 minutos) o Sporting abriu o ativo – excelente assistência de Tabata para Pote finalizar com classe.

O jogo estava apertado, equilibrado e sem chances de golo, e assim continuou no 2º tempo. A defesa do Sporting parecia intransponível, mas o ataque sem talento para construir grande coisa. O “balde de água fria” chegou aos 84 minutos, com Carlos Jr. a tentar o passe para o interior da área, Feddal num misto de corte e ressalto a jogar a bola para a frente e Rui Costa a rematar na passada fazendo o empate! A pouco tempo do final as coisas complicavam-se muito…

Nos 10 minutos finais (contando os 4 de descontos) viu-se o melhor Sporting, que criou 3 oportunidades flagrantes de golo – aos 87 por Jovane (quase em cima da baliza não conseguiu o desvio fatal), aos 88 (cabeceamento perigosíssimo de Coates por cima) e aos 90+3 – cruzamento da esquerda de Nuno Santos, a bola a sobrar para João Mário na direita que cruzou tenso e com força para Coates desviar de cabeça para o fundo da baliza! O Sporting voltou a ser feliz nos últimos instantes duma partida onde esteve longe de produzir uma boa exibição, mas onde a crença e a atitude valeram mais uma vez os 3 pontos!

A equipa: Adán (6); Inácio (6), Coates (8) e Feddal (5) – Jovane (2) 86; Matheus Nunes (5), Palhinha (5), João Mário (6) e Nuno Mendes (5) – Matheus Reis (3) 58; Pote (6), Tiago Tomás (5) – Daniel Bragança (3) 71 e Tabata (6) – Nuno Santos (3) 71.

Melhor sportinguista em campo – Coates

Post to Twitter

Deixe o seu comentário