Futebol – Sporting-1 V. Guimarães-0

24ª jornada do Campeonato Nacional. No Alvalade, o Sporting recebeu o Vitória de Guimarães, uma equipa com bons jogadores mas a passar uma má fase de resultados.

Após a vitória do FC Porto em Portimão consumada minutos antes, os leões teriam que triunfar para manter os 10 pontos de avanço no comando da classificação. A equipa: Adán (7); Neto (6), Inácio (8) e Feddal (6); Porro (7), Palhinha (7), João Mário (7) – Dario Essugo (1) 85 e Nuno Mendes (6) – Matheus Reis (2) 85; Daniel Bragança (7) – Tabata (2) 72; Pote (7) – Jovane (1) 88 e Tiago Tomás (6) – Paulinho (2) 71.

Melhor sportinguista em campo – Gonçalo Inácio.

O Sporting entrou bem no jogo, mas só aos 15 minutos houve um remate perigoso, de João Mário, para boa defesa de Varela. Aos 19, grande cruzamento de Porro e Pote a atirar com estrondo na trave… Aos 29, estupenda jogada leonina, concluída com uma assistência primorosa de Pote para Tiago Tomás, que rematou para o melhor sítio – no entanto o jogo parou e o lance foi anulado pelo VAR porque no início da jogada a bola andou fora de campo – ainda na defensiva leonina…

O Vitória reagiu perante a desilusão sportinguista e esteve pertíssimo de marcar – aos 34 bela jogada de Edwards com remate forte e defesa de Adán para a trave, e na sequência do canto Estupiñan de novo à trave, agora de cabeça, e com Adán sem hipóteses…

Aos 42 minutos, canto de João Mário, desvio de Palhinha e Inácio a cabecear para o fundo da baliza! o golo foi de pronto anulado mas o VAR confirmou que afinal tinha sido tudo legal – 1-0 no Alvalade!

Após uma 1ª parte quase de cortar a respiração, o intervalo chegou com a vantagem mínima, certíssima, dos leões.

A 2ª parte começou com o Vitória a tentar reagir, e Estupiñan teve uma boa oportunidade aos 53 minutos após centro de Edwards mas rematou sem qualquer sentido. Até final a única oportunidade de golo foi de Paulinho, que em boa posição tentou um golo artístico de chapéu mas rematou muito mal. O grande momento foi a entrada em jogo de Dario Essugo, um miúdo que fez há poucos dias 16 anos e que se tornou um dos mais jovens de sempre a estrear-se oficialmente com a verde e branca.

O final chegou com um triunfo certo e precioso da melhor equipa em campo.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário