Futebol – Sporting-3 FC Vizela-0

Estádio Alvalade com 1/3 permitido de público. Início da longa maratona de 2021/22. Os leões receberam o Vizela, equipa recém-promovida ao 1º escalão.

O Sporting começou ao ataque como se esperava, mas aos 8 minutos veio um momento de ansiedade com um golo do Vizela (Cassiano) anulado pelo VAR por fora-de-jogo.

Os leões começaram a “apertar” com Vinagre (estreia oficial) em destaque pelo flanco esquerdo, até que aos 30 minutos Paulinho trabalhou bem na área e rematou para o corte, no chão, de um defesa forasteiro com o braço. No respetivo penalty Jovane atirou para fora (a bola ainda tabelou na parte superior da trave…).

Sem a mínima pressão do público, que nunca deixou de apoiar, o Sporting não se ressentiu e continuou com um domínio claro da situação. Paulinho esteve perto do golo (de cabeça), Jovane também (ao lado) e o intervalo chegou sem golos.

No início da 2ª parte o Sporting voltou a entrar forte. Aos 48 minutos Palhinha lançou de cabeça Paulinho que assistiu muito bem Pote para um remate forte, seco e colocado, sem hipóteses para Charles – estavam abertas as hostilidades – 1-0.

Aos 53 minutos Paulinho rematou com perigo, de primeira, ao lado. Aos 64, cruzamento largo de Esgaio, Pote dominou com a coxa e rematou ao ângulo contrário fazendo um verdadeiro golaço! – 2-0. Aos 74, Nuno Santos lançado em corrido pela extrema-esquerda cruzou com “açucar” para Paulinho concluir da melhor forma – 3-0.

Aos 84 minutos, bom remate de Bragança, de ressaca, e a defesa da noite de Charles.

O final chegou com um claro 3-0 após uma exibição agradável com vários momentos de espetáculo. As coisas começaram da melhor forma!

A equipa: Adán (6); Inácio (6), Coates (7) e Feddal (6) – Tabata (2) 86; Esgaio (7), Palhinha (6) – Daniel Bragança (3) 77, Matheus Nunes (7) e Rúben Vinagre (7) – Matheus Reis (2) 78; Pote (8) – Tiago Tomás (1) 86, Paulinho (8) e Jovane (6) – Nuno Santos (5) 68.

Melhor sportinguista em campo – Pote.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário