Hóquei em Patins – CE Lleida-1 Sporting-3 – 2ª Taça Continental para os leões!

18 de Setembro de 2021. A equipa de Hóquei em patins do Sporting CP conquistou neste sábado, a Taça Continental (Supertaça Europeia) da modalidade ao bater, na Catalunha, os espanhóis do CE Lleida Llista Blava por 3-1. Este foi o 40.º título europeu do emblema de Alvalade e o 10º no Hóquei em patins!

Os leões, atuais Bicampeões Europeus e Campeões Nacionais, já eram os detentores da Taça Continental após terem vencido a última edição, em 2019, no Pavilhão João Rocha. Do outro lado esteva uma equipa que conquistou a Taça WS Europe na última temporada, tendo terminado o campeonato espanhol na 5ª posição. O Sporting CP era, por isso, favorito e acabou por confirmar esse estatuto em pista.

O início do jogo, contudo, não teve muitas oportunidades de parte a parte e o marcador apenas foi inaugurado aos 17 minutos. Num contra-ataque verde e branco e protagonizado por duas caras novas da equipa para esta temporada, Henrique Magalhães serviu João Almeida e este, na cara do guarda-redes adversário, não falhou. 1-0 para o Sporting CP e grande festa na Catalunha.

A partir daí começaram a aparecer mais situações perigosas. Toni Pérez não conseguiu marcar numa grande penalidade e Gonçalo Nunes teve, logo a seguir, uma chance de faturar, mas sem sucesso. Do outro lado, consequência de um cartão azul exibido a João Almeida, o CE Lleida Llista Blava podia ter empatado de livre direto, mas Ângelo Girão defendeu a tentativa de Jepi Selva. O guarda-redes do Sporting CP voltou a brilhar quando, pouco depois, impediu o golo a Andreu Tomàs numa grande penalidade.

O intervalo chegou com 1-0.

A 2ª metade correu de feição ao Sporting CP, que conseguiu controlar todas as incidências com alguma tranquilidade, não permitindo ao CE Lleida Llista Blava grandes pretensões. As eventuais esperanças adversárias diminuíram drasticamente aos 30 minutos quando uma grande jogada coletiva leonina terminou com a finalização certeira de Gonzalo Romero para o 0-2.

O CE Lleida Llista Blava ainda dispôs de um livre direto a castigar um cartão azul a João Souto a cerca de 10 minutos do fim, mas Sergi Folguera não conseguiu ultrapassar Ângelo Girão. As bolas paradas continuaram de lado a lado, mas ninguém foi capaz de superar os guarda-redes.

O marcador voltou a sofrer alterações a 3 minutos do fim – depois dum excelente trabalho de Alessandro Verona, João Souto, com fino recorte técnico, colocou a 3ª bola no fundo das redes catalãs. O camisola 44 festejou de forma muito emotiva, dedicando o golo à avó, que faleceu recentemente.

Com 0-3 no resultado, muito dificilmente a vitória fugiria ao Sporting CP, que esteve perto em 3 bolas paradas (livres diretos de Gonzalo Romero e Toni Pérez e grande penalidade de Gonçalo Nunes), mas não conseguiu voltar a marcar. Já o CE Lleida Llista Blava chegou, finalmente, ao golo de honra no último minuto e através do capitão Andreu Tomàs num livre direto para o 1-3.

Terminado o encontro, começou a festa na pista em Mollerussa, na Catalunha. O Sporting CP conquistou o seu 40.º troféu europeu e a equipa de Hóquei em Patins continua a dominar a modalidade a nível internacional.

A equipa: Ângelo Girão [C] [GR], João Almeida, Alessandro Verona, Matías Platero, Gonçalo Nunes, João Souto, Toni Pérez, Henrique Magalhães, Gonzalo Romero e Zé Diogo [GR].

As reações dos protagonistas:

Paulo Freitas (treinador)
“É uma satisfação enorme. Continua a trazer-nos momentos de alegria fantásticos. Esta equipa é fantástica, trabalha no limite e tem uma crença enorme e uma atitude incrível. Tudo num momento particularmente difícil. O João Souto recebeu, ontem, uma notícia muito complicada, o falecimento da avó. Hoje teve aqui uma demonstração de carácter e ajudou-nos muito. Nós, grupo de trabalho, não deixamos cair ninguém e esta vitória é dedicada a ele e também aos sportinguistas. É o 40.º título europeu, o 4º consecutivo desta equipa. Responsabilidade e motivação é o que me apraz dizer nesta altura. Motivação para continuarmos a trabalhar, focados, à procura de novas conquistas.”

João Almeida
“Estou muito feliz. O mais importante era ganharmos o troféu, era importante começar bem. Acima de tudo, agradeço a toda a gente que nos apoiou. Dedico este título aos sportinguistas, que sempre nos apoiaram. Estamos muito felizes e vamos continuar a trabalhar porque no Sporting CP trabalhamos dia após dia para ganhar tudo. Espero que seja o 1º [título ao serviço do Sporting CP] de muitos. É um sentimento especial [marcar] porque foi o meu 1º jogo oficial pelo Sporting CP. Era algo que ambicionava muito. O mais importante foi que ganhámos.”

Gonzalo Romero
“É uma felicidade imensa. Acabámos a época a ganhar e começamos esta a ganhar. É muito importante para ter confiança para uma época muito difícil. Estamos muito felizes por conquistar este objetivo. Este título é para a minha família, que está muito longe, para a minha namorada, que está sempre presente e que me apoia sempre.”

João Souto
“Quando estou acompanhado por estes irmãos, tudo se torna mais fácil. Foram dois dias muito difíceis porque faleceu uma pessoa próxima. É sempre complicado não estar perto da família para dar apoio, mas eu tinha de estar aqui. Esta gente merece que eu esteja ao lado deles e que dê o meu melhor. Só conseguia fazer isto que fiz hoje e só conseguíamos ganhar mais um título se jogássemos assim, como uma família. Foi isso que aconteceu. Aproveito este momento para deixar uma dedicatória especial à minha avó, que sei que está a olhar por mim, e dedico-lhe este título a ela. Costumo ter uma dedicatória especial ao meu grande amigo César, mas hoje há mais uma pessoa que brilha no Céu por mim e este título é para ela também. Obrigado a todos.”

Ferran Font
“Sofre-se muito mais fora [de pista]. A equipa fez um excelente jogo. É mais uma taça que levamos para Alvalade. Era muito importante para nós ganharmos este troféu. Mostrámos, mais uma vez, que o trabalho e o grupo qu temos é muito unido e que vamos todos na mesma direcção. Estou muito feliz pelos meus colegas e agradeço-lhes por mais uma taça. No Sporting CP, queremos ganhar tudo. Temos um excelente grupo e vamos continuar a trabalhar para, esta época, ganhar mais títulos.”

Ângelo Girão
“Estamos contentes porque o Sporting CP luta por estes títulos. Queríamos ganhar o 5º título europeu da secção de Hóquei [desde o regresso]. Sabíamos a dificuldade de uma final, não podíamos errar. Felizmente, encarámos este jogo como tinha de ser. Preparámo-nos bem e a equipa chegou a este troféu na máxima força. Queríamos e tínhamos o dever de colocar o Sporting CP no panorama europeu. Quando chegámos, muita gente duvidou. Felizmente, ao longo dos anos, atingimos esse patamar. Esta equipa tem vindo a ganhar tudo e a estar presente nas finais. O nosso objetivo é continuar na mesma senda: estar nas finais e, se possível, conquistar troféus para o nosso Museu e para os Sportinguistas. Queríamos muito ganhar o 40.º título [europeu] para o Sporting CP.”

Gilberto Dias Borges (dirigente)
“Era este o desejo: o 10º título [europeu] do Hóquei em Patins para o Museu, 40.º do Clube. Estou muito feliz pelo grupo que ajudei a construir. Este título é para todos os sportinguistas e para a direção, que continua a apoiar fortemente o Hóquei. É uma equipa que tem estado nas decisões nacionais e europeias. Temos mais títulos pela frente e somos, claramente, candidatos a tudo o que temos pela frente.”

Post to Twitter

Deixe o seu comentário