2021 – 10ª Supertaça para o nosso Futsal com “tareia” ao grande rival!

29 de Dezembro de 2021. Pavilhão Multiusos de Gondomar. A nossa fantástica equipa de Futsal conquistou pela 10ª vez a Supertaça ao golear o Benfica por 7-2!

Depois de uma primeira parte de reviravoltas no marcador e algum equilíbrio o Sporting realizou uma 2ª parte “à leão!

Sem Caio Ruiz, Waltinho e Bernardo Paçó, Nuno Dias colocou de início Guitta, João Matos, Erick Mendonça, Alex Merlim e Diego Cavinato e o dérbi começou intenso, como sempre, com com o Sporting mais empreendedor. Depois dum remate desenquadrado de Merlim, o mesmo jogador atirou para o lado oposto e Cardinal, de primeira e sem deixar cair, fez balançar as redes! O Benfica chegou depois ao empate por Bruno Cintra e logo a seguir virou o resultado beneficiando um ressalto fortuito…

Os leões reagiram, mas o Benfica ainda atirou à trave! A pouco mais de 5 minutos do intervalo, Jacaré atingiu Cardinal com uma cotovelada e viu o cartão vermelho, deixando o SL Benfica em inferioridade numérica. Depois de duas oportunidades soberanas de Erick, os sportinguistas chegaram ao 2-2 por Cavinato de recarga. Mais tarde Miguel Ângelo consumou nova reviravolta, mesmo “em cima” do intervalo.

O 2º tempo começou praticamente com o 4-2 – nova jogada de excelente envolvimento coletivo, agora finalizada por Cavinato. A seguir Guitta aventurou-se no ataque e rematou forte e colocado para o 5-2!

O guardião brasileiro voltou a ser muito importante sustendo a resposta encarnada. Num rápido contra-ataque, Pauleta ficou perto do sexto, que chegaria sensivelmente a meio da 2ª parte. Guitta voltou a subir, encheu, desta feita, o pé esquerdo e rematou de novo para o fundo das redes! – 6-2.

O Benfica ainda apostou no guarda-redes avançado, porém seria a turma de Alvalade a beneficiar disso mesmo e a resolver a partida – Pany Varela apontou o 7-2 final na baliza deserta e ainda viu o poste negar-lhe mais um golo.

NO final ficou uma festa grande dentro e fora do retangulo de jogo, em mais uma demonstração do enorme poderio desta fantástica equipa de Nuno Dias.

A equipa: Gonçalo Portugal [GR], Bruno Maior, Tomás Paçó, Zicky Té, Fernando Cardinal, Erick Mendonça, João Matos, Pauleta, Guitta [GR], Diego Cavinato, Pany Varela, Miguel Ângelo e Alex Merlim.

Nuno Dias: “A eficácia nos nossos melhores momentos fez a diferença, tinha falado disso na antevisão e penso que foi isso que aconteceu. Ia haver momentos em que o Sporting CP ia estar melhor, outros o Benfica e a equipa que melhor se adaptasse sairia vitoriosa. Felizmente, o Sporting CP conseguiu sofrer, unir-se e superar-se na dificuldade quando o adversário esteve melhor. Por outro lado, quando estivemos por cima, fomos mais eficazes e dilatámos a vantagem (…) O Guitta é o melhor guarda-redes do mundo e nos momentos decisivos os melhores aparecem. Não só na forma como defendeu, mas também como nos permitiu atacar, teve uma noite em cheio e está de parabéns por isso. É de lembrar que veio de uma lesão, já não jogava desde a UEFA Futsal Champions League e regressou a um nível extraordinário (…) Os jogadores foram um verdadeiro exemplo do que é atuar em prol do coletivo e isto é o verdadeiro significado de uma equipa. Para mim, é um orgulho ser o treinador deles (…) agora falta continuar a ganhar tudo”.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário