Futebol – Marítimo-1 Sporting-1

23ª jornada do Campeonato Nacional. No Funchal, perante o Marítimo, o Sporting terá dito adeus à discussão do título após realizar uma exibição que até foi agradável, mas insuficiente para trazer os 3 pontos.

A equipa leonina sofreu um golo logo de início após uma intervenção absolutamente desastrada de Nuno Santos. Depois carregou, empatou por Slimani (assistência primorosa de Matheus Reis) e teve várias oportunidades para ganhar, embora também pudesse ter perdido (bastava Xadas não estar uns centímetros fora-de-jogo num lance de golo anulado ou, num contra-ataque já na parte final, a inabilidade de um local não desse para colocar num colega perfeitamente só na zona central).

No Sporting soou estranha a colocação do esquerdino Daniel Bragança muito sobre a direita (o que limita claramente o seu jogo – e o mesmo ter prevalecido mesmo após a entrada de Marcus Edwards – que até prefere jogar sobre a direita…). Também soou estranho o largo período da 2ª parte em que o Sporting não carregou sobre o adversário apesar do resultado negativo.

De referir ainda que, já tinha soado estranha a forma como Sarabia pareceu fazer tudo o que estava ao seu alcance (no jogo anterior) para não poder jogar hoje na Madeira (será que o espanhol não gosta da andar de avião?).

Em suma, 2 pontos perdidos e Campeonato acabado para as nossas cores. Agora resta tentar tudo por tudo para manter o 2º lugar que dá acesso direto à Liga dos Campeões.

De registar ainda o regresso de Slimani a marcar golos pelo Sporting. O último tinha sido em 28 de Agosto de 2016 (há 5 anos e meio!).

A equipa: Adán (6); Inácio (6), Coates (7) e Matheus Reis (8); Porro (7), Daniel Bragança (7) – Vinagre (2) 80, Ugarte (7), Matheus Nunes (6) e Nuno Santos (4) – Edwards (1) 76; Paulinho (6) e Slimani (7).

Melhor sportinguista em campo – Matheus Reis.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário