Futebol – Santa Clara-1 Sporting-2

9ª jornada do Campeonato Nacional. Nos Açores, o Sporting procurava fazer voltar os bons ventos após a tempestade de Marselha. Havia a grande dúvida se Adán (que não vai poder defrontar os marselheses em Lisboa na próxima semana) deveria jogar ou se, por outro lado, o correto seria fazer alinhar Franco Israel para ganhar alguma tarimba para o que aí vem. Nós éramos da 2ª opinião, mas, findo o jogo, achámos ótima a opção do treinador do Sporting de ter feito o espanhol alinhar, pois temos muitas dúvidas que o jovem uruguaio conseguisse dar a grande resposta dada por Adán, que valeu claramente os 3 pontos.

O Sporting foi mais dominador durante quase todo o jogo. Criou várias oportunidades, marcou (por Morita na recarga a remate de Marcus Edwards), mas permitiu em largos períodos da 2ª parte que o adversário causasse calafrios, e foi Adán a salvar a situação com umas 3 defesas de grande grau de dificuldade.

Nuno Santos, já nos descontos “arrumou” a questão, mas ainda houve tempo para o Sporting permitir a Tagawa o golo de consolação dos açorianos.

Em suma, vitória certa, importante, mas exibição muito sofrível de uma equipa que tem “conteúdo”, tem posse de bola, cria oportunidades, mas apresenta muitas vezes uma confrangedora falta de clarividência no último terço, para além de hoje ter apresentado também uma má abordagem defensiva.

A equipa: Adán (8); Sr. Juste (6) – Inácio (6) 51, Coates (7) e Matheus Reis (5); Esgaio (4), Ugarte (6), Morita (6) – Alexandropoulos (2) 73 e Nuno Santos (7); Edwards (6) – Rochinha (2) 73, Paulinho (5) – Trincão (4) 66 e Pote (5).

Melhor sportinguista em campo – Adán.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário