Futebol – Sporting-3 V. Guimarães-0

12ª jornada do Campeonato Nacional. A viver a pior fase da temporada e, pior que isso, a pior fase desde que é liderada por Rúben Amorim, a equipa de futebol do Sporting recebia o Vitória, minhotos que estavam 1 ponto à nossa frente.

O Sporting começou bem o jogo, criando desde logo oportunidades para marcar. Veio então ao de cima a noite desinspirada de Pote, bem como a dinâmica de Pedro Porro, Morita Matheus Reis e Arthur. Entretanto Afonso Freitas foi (bem) expulso aos 26 minutos, Edwards rendeu Nazinho pouco depois e o jogo ficou mais facilitado para o Sporting, que chegou então aos golos.

Aos 35 minutos Matheus Reis veio da esquerda para o interior da área e cruzou com precisão para a entrada de Porro, que marcou de cabeça – a bola ainda desviou em Edwards. Pouco depois, aos 41, livre de Porro, Coates tentou chegar de cabeça, a bola regressou a Porro que passou a Edwards que, por sua vez, cruzou para a finalização de Morita, que marcou nas costas de André Amaro.

Até ao intervalo o Sporting ainda forçou, mas não marcou mais. O início da 2ª parte não foi mau, logo aos 56 minutos Edwards fez o 3-0 com um remate de fora da área – a bola sofreu um desvio e traiu Bruno Varela que ficou pregado ao relvado.

A partir daí o Sporting continuou a dominar mas jogando de forma algo atabalhoada, com pouca classe. Até final de registar um belíssimo movimento de Paulinho a colocar a bola de forma categórica na baliza do Vitória, mas o golo foi anulado por 43cm.

No final, regresso às vitórias com uma boa exibição (sobretudo na 1ª parte – a saída de Morita tem que ver com isto, obviamente). Não gostamos do 2º tempo, até porque Rochinha, Trincão (péssimo) e Alexandropoulos entraram mal no jogo.

A equipa: Adán (5); Inácio (6), Coates (6) – St. Juste (6) 65 e Matheus Reis (6); Porro (7) – Trincão (1) 66, Ugarte (6) – Alexandropoulos (2) 65, Morita (7) – Rochinha (4) 46 e Nazinho (3) – Edwards (7) 33; Pote (5), Paulinho (6) e Arthur (6).

Melhor sportinguista em campo – Marcus Edwards.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário