John Toshack – O treinador mais difícil de derrotar na História do Sporting

John Benjamim Toshack nasceu a 22 de Março de 1949 em Cardiff – País de Gales. Como jogador passou os melhores anos da carreira no Liverpool onde ganhou diversos títulos nacionais e europeus. Foi internacional e marcou mais de duas centenas de golos.

Como treinador começou no Swansea City – que levou da 4ª à 1ª divisão em  apenas 4 anos! Chegou ao Sporting no Verão de 1984 ficando com o histórico Pedro Gomes a adjunto. Logo cativou pelo discurso positivo e mentalidade ofensiva patenteada nos primeiros jogos.

A 1ª partida oficial foi a 26 de Agosto de 1984 – 3-0 ao Vitória de Guimarães. Nos primeiros 6 jogos foi sempre a ganhar, com muitos golos e o Auxerre eliminado das provas europeias. Entretanto veio uma inesperada derrota em Penafiel (encarada como um “acidente de percurso”)… A eliminação (em Novembro) da Taça UEFA “aos pés” do Dinamo Minsk (nos penaltis) foi a primeira “machadada” na sua credibilidade entre os adeptos, enormemente agravada pela derrota em Alvalade frente ao Rio Ave para a Taça de Portugal (já em Março). Entretanto o Sporting fazia um bom Campeonato (que noutros anos até daria o título), mas o FC Porto (com Futre em grande) não cedia um palmo de terreno…

A 19 de Maio de 1985 acabou por orientar pela última vez a equipa num triunfo por 2-1 sobre o Boavista. Saiu sem ganhar nada mas a verdade é que, com ele, o Sporting praticava um futebol vistoso e de pendor atacante. Ficou para a História do futebol do clube como o treinador com menor percentagem de derrotas de sempre (7,89% – 3 derrotas em 38 jogos). De relembrar também que sob o seu comando foram lançados valores de futuro como Oceano e Litos. Por outro lado, a principal mancha do seu percurso em Alvalade foi a sua evidente falta de visão, com a intenção de emprestar Paulo Futre (que acabaria por sair e brilhar a grande altura no FC Porto nessa mesma temporada…).

Depois de sair do Sporting passou com grande sucesso por Espanha (treinador do ano em 1989 e 1990) em clubes como a Real Sociedad (ganhou a Taça) Real Madrid (campeão), Deportivo da Corunha (venceu a Supertaça) e Múrcia. Esteve ainda na Turquia (Besiktas – ganhou a Taça), França (Saint-Étienne) e Itália (Catania). Orientou também a Seleção do País de Gales em períodos diferentes, sem cometimentos extraordinários, mas com o mérito (reconhecido por todos) de a tornar bem mais competitiva do que era usual.

JOHN TOSHACK como TREINADOR do SPORTING
ÉPOCA J V E D GM GS %
1984/85 38 23 12 3 88 31 76,3%

Post to Twitter

Deixe o seu comentário