Pedro Miguel

Pedro Miguel Gaspar Dias Moura nasceu a 12 de Setembro de 1965, e se há atletas que são a “cara” de uma modalidade num clube ou mesmo num país, Pedro Miguel é seguramente um deles.

Chegou ao Sporting com 12 anos na companhia de Nuno Dias e João Portela tendo os 3 jogado juntos mais tarde na equipa senior leonina, contribuindo qualquer um deles para a conquista da hegemonia no Ténis de Mesa por parte do Sporting.

“Leão” desde muito novo, Pedro Miguel refere que vestir a camisola do Sporting “Foi a minha realização de miúdo. A minha opção pelo Sporting está no meu sangue, não fui eu que escolhi.”

À entrada para a temporada de 1984/85 o Sporting somava 12 títulos nacionais contra 24 do Benfica. Com Pedro Miguel (que já jogara esporadicamente no título de 1981 antes de estar 2 anos no Clube Philips) a assumir-se como o melhor entre os seus pares, os leões encetaram uma série de 11 títulos consecutivos que tiveram nele a principal figura e o único totalista dessa “epopeia”.

Em 1998 os leões igualaram o palmarés do Benfica e no ano seguinte passaram-lhe à frente sempre com Pedro Miguel como protagonista.

No 25º título leonino a “nave” sportinguista viveu um ambiente como nunca tinha acontecido na modalidade idolatrando os seus heróis Vladimir Marinkevich, Rogério Alfar, Tiago Rocha e, claro, Pedro Miguel, que afirmou na altura que tinha vivido aí uma das emoções mais fortes da sua vida. Depois passou para a equipa técnica liderada por Chen Shi Chao e os êxitos mantiveram-se.

Ao cabo duma carreira verdadeiramente impressionante, Pedro Miguel conquistou 14 títulos de campeão nacional, 11 taças de Portugal e duas supertaças por equipas. A nível individual somou 7 títulos de campeão nacional absoluto, 6 títulos de campeão nacional de seniores, 11 títulos nacionais de pares (com Rogério Alfar, Paulo Fernandes e João Portela) e 5 títulos nacionais de pares mistos (com Alexandra Filipe e Luísa Lopes), que fizeram dele um verdadeiro fenómeno. Para além de todos estes triunfos de âmbito nacional Pedro Miguel ainda conquistou 49 títulos regionais e mais de 60 torneios abertos!

Foi 104 vezes internacional tendo estado em 4 Campeonatos do Mundo e 6 Campeonatos Europeus.

Até Junho de 2010 permaneceu ligado ao Sporting. Atualmente é o presidente da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa.

Post to Twitter

Comments (1)

 

  1. Fernando Castro says:

    Parabéns pelo brilhante palmarés. Um homem, depois dessas tretas todas de mudar de camisa e mais não sei o quê, nasce, vive e morre sportinguista. Um abraço.

Deixe o seu comentário