A única medalha de Mamede em grandes competições internacionais

29 de Março de 1981. No Mundial de Crosse Fernando Mamede lutou com a “nata” do Atletismo mundial, incluindo os “diabólicos” etíopes e , como melhor europeu, só perdeu por 4 segundos para o norte-americano Craig Virgin e 2 para o etíope Kechir, derrotando inclusivamente o campeão olímpico de 10.000 metros, Yifter.

A prova disputou-se em Madrid e Fernando Mamede (um dos melhores atletas mundiais – de meio fundo e fundo – de todos os tempos e seguramente o melhor, a par de Carlos Lopes, de Portugal) conquistou a sua única medalha em grandes competições.

No final afirmou: “Nunca me passou pela cabeça que pudesse ganhar. Aquilo era uma luta doida entre etíopes e americanos e eu sozinho no meio deles… A cerca de duas voltas do fim fui empurrado e pisado, olhei para perna, sangrava, arrepiei-me, mas reagi… Só no final, me apercebi de que era muito profundo o golpe. Antes do pódio passei pelo posto de socorros, suturaram-me com pontos de plástico (!) e deram-me uma injeção contra o tétano, porque tínhamos corrido numa pista de cavalos”.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário