1941 – Campeões de Portugal em Futebol pela 5ª vez (1ª no Campeonato da 1ª divisão)

30 de Março de 1941. No Estádio do Lumiar realizou-se um Sporting-Boavista para a 12ª e antepenúltima jornada do Campeonato Nacional de Futebol da 1ª divisão. Orientados por Jozef Szabo os leões alinharam com: Azevedo; Rui de Araújo e Álvaro Cardoso; Paciência, Gregório e Manecas; Mourão, Armando Ferreira, Peyroteo, Pireza e João Cruz.

Após a vitória na semana anterior por 4-2 sobre o Benfica os leões estavam a um pequeno passo do título. Para o garantir já, havia que ganhar ao Boavista, o “lanterna vermelha” da competição. A verdade é que o Sporting resolveu muito rapidamente o problema, com golos atrás de golos, mercê (sobretudo) da grande forma de Peyroteo. O goleador marcou por 5 vezes. Soeiro bisou, Gregório e Armando Ferreira também marcaram – cada um por uma vez.. O resultado final foi de 9-0.

No final foi a festa com a conquista do 1º Campeonato Nacional da 1ª divisão para o Sporting (5º título nacional no total) numa temporada memorável em que os leões ganharam tudo o que havia para ganhar.

No que diz respeito ao Campeonato, o Sporting terminou com 23 pontos, 3 pontos de avanço do FC Porto. A seguir ficaram Belenenses com 19, Benfica com 18, Académica com 12, Barreirense com 10, Unidos de Lisboa com 6 e Boavista com 5.

Em termos de golos marcados, e curiosamente, o Belenenses fez mais 1 (59 contra 58) e também sofreu menos 1 (22 para 23).

Peyroteo foi o melhor marcador do Campeonato Nacional com 30 golos (o 2º classificado, Kordnya, do Porto, marcou 13, seguido por Rafael do Belenenses com 12…). Em relação aos outros leões, João Cruz fez 6 golos, Mourão 5, Armando Ferreira, Soeiro e Pireza 4, Frazão 2, Álvaro Cardoso, Gregório e Mulder 1.

Paciência e Peyroteo foram totalistas, com presença nos 14 jogos da competição. Por 13 vezes jogaram Álvaro Cardoso, Armando Ferreira e João Cruz. Gregório e Manecas fizeram 12 jogos. Azevedo e Mourão 11, Rui de Araújo 8, Pireza 7, Soeiro 6, Frazão 5, Dores 3, Octávio Barrosa, Zeferino, António Figueiredo, Daniel e Mulder 2, Canário e Ruy Silva 1.

Para além do Campeonato, o Sporting triunfou também na Taça de Portugal (4-1 ao Belenenses) e no Campeonato Regional, aí com mais “aperto” pois terminou a prova em igualdade pontual com Benfica, beneficiando da claríssima vantagem em termos de “goal-average” (55-11 face aos 29-21 dos encarnados).

No Regional foi Soeiro a brilhar a grande altura como goleador, fazendo 17 golos. O 2º melhor da competição foi Francisco Rodrigues do Benfica com 12. Os outros sportinguistas goleadores foram João Cruz com 11, Pireza 6, Mourão e Mulder 5, Gregório 3, Paciência 2, Manecas, António Figueiredo, Armando Ferreira e Canário 1.

Já agora refira-se também que na Taça de Portugal o melhor marcador leonino foi Armando Ferreira com 10 golos.

Por esta altura (há 75 anos) não havia, mas nos nossos dias não deixe de se pôr à prova nas apostas de futebol da bet365 !

Na foto uma das equipas dessa temporada. De cima para baixo e da esquerda para a direita: Azevedo, Josef Szabo (treinador), Manuel Marques (massagista), Manecas, Paciência, Gregório, Álvaro Cardoso e Octávio Barrosa; Armando Ferreira, Mourão, Peyroteo, Soeiro e João Cruz.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário