1994 – Apoteose na Maia com o tri-Campeonato Nacional de Voleibol

10 de Abril de 1994. Nesse dia o Sporting sagrou-se tri-campeão nacional de Voleibol. O encontro decisivo disputou-se no pavilhão do Castelo da Maia onde os leões contaram com o apoio entusiástico de algumas dezenas de adeptos. Os apaniguados locais eram milhares, mas os atletas sportinguistas conseguiram silenciá-los.

Após uma vitória por 3-0 e uma derrota por 3-2 em Lisboa os leões teriam de ir ganhar à Maia, e assim aconteceu. No 1º destes 2 jogos, realizado no Sábado, 9 de Abril, o Sporting fez uma exibição fantástica triunfando por 3-0 (15-3, 15-11 e 15-10). Com um serviço muito agressivo, receção muito segura e distribuição variada, os ataques sairam demolidores.

No dia seguinte os leões fizeram uma partida mais calculista, triunfando, ainda assim, de novo por 3-0 (15-8, 15-11 e 15-8).

Em ambas as partidas o 6 base foi formado por Miguel Maia, Luís Cláudio, Wagner Silva, Maurício Cavalcanti, Nilson Leão e Filipe Vitó, com Tzevetan Florov, Teodor Genev, Carlos Silveira e Miguel Soares a entrarem em compita quando o treinador António Rodrigues achou mais conveniente. Carlos Natário, Américo Silva, Marcelo Cavalcanti e José Gonçalves não atuaram desta vez, mas formaram com o adjunto João Correia, o enfermeiro-massagista Vasco Fortunato, o roupeiro Américo Coelho e ainda o diretor Lúcio Freire e os secionistas António Frade e Rui Madeira uma equipa coesa onde todos “remaram” para o mesmo lado atingindo com naturalidade o grande objetivo final.

Após o último ponto todo o grupo de trabalho deu largas ao seu entusiasmo num grande abraço coletivo festivo onde não faltou o tradicional champanhe. À noite, num jantar em Espinho, familiares e amigos juntaram-se numa confraternização bonita.

A opinião do técnico António Rodrigues: “Estou muito satisfeito com as nossas prestações. Conquistar um tri-campeonato nacional é sempre uma proeza. Este grupo merece todo o apoio e carinho e por certo vai continuar a merecer toda a confiança dos associados e especialmente da direção”.

O capitão Florov, em 4 anos de leão ao peito já conquistara 3 títulos de Campeão Nacional, duas Taças de Portugal e 3 Supertaças: “Todos os títulos me dão um prazer enorme, mas o melhor é o que está para vir. Somos a melhor equipa nacional e já possuímos valor internacional”.

Para a grande vedeta, Miguel Maia: “O título expressa o espírito de grupo, que mais se acentuou nesta fase decisiva do Campeonato. Dedico a vitória à minha família, à minha namorada e a todos os meus amigos”.

Este foi o 5º Campeonato Nacional de Voleibol conquistado pelo Sporting, e último até à data, numa modalidade que muitos sportinguistas gostariam de ver de volta ao clube.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário