4-2 na “invicta”, no caminho para o 7º título nacional de Futebol

20 de Abril de 1947. Sob o comando de Robert Kelly os leões lideravam o Campeonato Nacional e iam já numa impressionante série de 13 vitórias consecutivas (que tinha começado, precisamente, na receção ao Porto). Nessa tarde os verde e brancos deslocaram-se ao Estádio do Lima para defrontar os nortenhos. A equipa: Azevedo; Álvaro Cardoso e Manecas; Canário, Octávio Barrosa e Veríssimo; Jesus Correia, Vasques, Peyroteo, Travassos e Albano.

A partida foi disputadíssima, e Boavida pôs os locais a ganhar logo aos 6 minutos. Na 1ª parte não houve mais golos, mas aos 59 minutos Albano restabeleceu o empate. A um quarto de hora do fim Jesus Correia pôs os leões na frente, mas, Boavida, outra vez, fez o 2-2. Os últimos minutos dos leões foram irresistíveis. Aos 79 Peyroteo marcou o 3-2, e a 5 minutos do fim Jesus Correia (foto de arquivo) estabeleceu o 4-2 final. Eram os “violinos” (na sua 1ª época juntos) tocando a sua música!

Post to Twitter

Deixe o seu comentário