José Carlos

José Carlos da Silva José nasceu a 22 de Setembro de 1941 em Vila Franca de Xira. Proveniente da CUF do Barreiro (jogara antes no Oriental), chegou ao Sporting muito jovem, no início da temporada 1962/63.

Estreou-se oficialmente (com o técnico Juca) a 19 de Setembro de 1962, em Shelbourne (2-0) para a Taça dos Campeões Europeus. Marcou o 1º golo uma semana depois, no jogo da 2ª mão frente ao mesmo adversário (5-1). Logo nessa 1ª temporada ganhou um lugar na equipa como médio esquerdo (31 presenças) e conquistou a Taça de Portugal.

Diz quem com ele jogava que fazê-lo era um descanso, pois estava sempre pronto a “dobrar” um colega e surgia em todo o lado. A sua forte personalidade e a entrega que patenteava ao jogo fizeram dele capitão de equipa durante alguns anos. Polivalente, tanto foi defesa-direito como central (o seu posto de referência), passando também pelo meio-campo da turma leonina.

1 ano antes de se retirar recebeu o máximo galardão atribuído pelo clube – o prémio Stromp. Jogou a sua última partida oficial pelos leões a 26 de Maio de 1974 num Sporting-Boavista (2-0) para os quartos-de-final da Taça de Portugal. Saiu do Sporting como campeão e vencedor da Taça, verdadeiramente pela “porta grande”.

Raçudo e eficaz, jogou pelos leões durante um longo período de 12 épocas, nas quais alinhou em 348 jogos oficiais (7º mais utilizado de sempre) e marcou 4 golos. Conquistou uma Taça das Taças (onde assumiu papel importante), 3 Campeonatos Nacionais e 4 Taças de Portugal.

A sua preponderância no Sporting estendeu-se naturalmente à Seleção Nacional, pela qual jogou por 36 vezes, fazendo parte integrante da célebre equipa dos “Magriços” que se classificou no 3º lugar no Mundial de 1966 em Inglaterra.

Passou ainda 1 ano pelo Braga como jogador, lá iniciando depois uma longa carreira como técnico, cujo principal feito foi a subida do Recreio de Águeda à 1ª divisão em 1982/83. Ao longo de todos estes anos tem optado por um “low profile”, aparecendo muito pouco perante os “holofotes” da imprensa.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário