Com Silvinho a dar “show”, golão de Mário nas Antas qualificou leões para a final da Taça

10 de Maio de 1987. Após um percurso mais ou menos fácil, o Sporting chegou às 1/2 finais da Taça de Portugal onde lhe calhou em sorte uma deslocação ao Estádio das Antas (perante um FC Porto que estava a 17 dias de se sagrar campeão europeu).

O Sporting tinha começado a época com o treinador Manuel José mas entretanto as coisas começaram a correr mal, e em finais de Fevereiro foi contratado Keith Burkinshaw. Com o inglês surgiram melhores resultados, mas uma semana antes tinha-se verificado a 1ª derrota com o novo timoneiro, em Faro, para o Campeonato, no qual o Sporting “vegetava” pelo 4º lugar…

As perspetivas não eram, portanto, as melhores para o jogo nas Antas, perante um “super” Porto, motivadíssimo e em grande momento. Nessa tarde de sol os leões apresentaram-se com: Damas; João Luís, Venâncio, Duílio e Virgílio; Oceano; Raphael Meade, Mário (Litos 120) e Silvinho; Manuel Fernandes (Marlon 62) e Houtman.

O Sporting surgiu com um “onze” muito ofensivo. A partida foi intensa, avultando a magnífica exibição de Silvinho, que pôs o defesa-direito internacional João Pinto de “língua de fora”. Após um jogo com maior domínio portista mas oportunidades repartidas, as coisas resolveram-se no último minuto do prolongamento quando o brasileiro Mário fez um golão (na foto), resolvendo a eliminatória.

O Sporting estava na final, com possibilidades de ganhar um título importante depois duma época com grandes momentos mas sem conquistas.

video

Post to Twitter

Deixe o seu comentário