Miguel Maia

Luís Miguel Barbosa Maia nasceu a 23 de Abril de 1971 em Espinho. Cedo mostrou grande talento para o Voleibol (onde viria a atingir 156 internacionalizações) e o seu coração “verde e branco” tinha o sonho de jogar em Alvalade.

No início da época 1991/92, quando já era a grande estrela portuguesa (depois de passagens por Académica de Espinho e Esmoriz), foi contratado por Sousa Cintra com o objetivo de formar uma grande equipa de Vólei capaz de voltar a arrebatar títulos nacionais (o Campeonato da época anterior tinha sido ingloriamente perdido, mas tinha-se ganho a Taça de Portugal e a Supertaça).

Com 1m80cm de altura Miguel Maia compensava o facto de não ser muito alto (para a modalidade) com uma visão de jogo, técnica e sentido posicional extraordinários que faziam dele um distribuidor de grande classe.

Quando nos primeiros dias de Maio de 1992 o Sporting venceu o Sp. Espinho na nave de Alvalade por entre um ambiente de verdadeira loucura alcançando o título nacional – 36 anos depois, Miguel Maia viu um sonho realizado, e para si se viraram grande parte das objetivas, como principal figura da equipa. No ano seguinte o título máximo em Portugal voltou a ser leonino, e aí foram significativas as palavras de Maia: “Se fosse possível, gostaríamos de passar uma parte das nossas vitórias para o futebol, que não existem, talvez por infelicidade. Estamos com o presidente Sousa Cintra, e gostaríamos que o Voleibol fosse o espelho do Sporting. Que o clube alcance êxitos em todas as modalidades, principalmente no Futebol”.

Entretanto os convites para mudar de ares surgiam em catadupa e o atraso no pagamento de salários e luvas em nada ajudavam…  Apesar de tudo Miguel Maia ficou mais 1 ano no Sporting contribuindo para o 1º e único tri-campeonato nacional da História do clube na modalidade, naquele que foi o último ceptro máximo conquistado pelos leões.

No final da época de 1993/94 o Voleibol leonino passou por uma reestruturação profunda. Miguel Maia acabou por sair naturalmente para o Sp. Espinho ao mesmo tempo que cimentava uma carreira que seria muito interessante no Vólei de Praia, mas para sempre ficou a recordação daquele que foi o mais categorizado voleibolista que alguma vez passou pelo Sporting, ainda por cima fervoroso adepto do clube.

Em apenas 3 anos de Sporting, Miguel Maia venceu 3 Campeonatos Nacionais, uma Taça de Portugal e duas supertaças, tendo contribuido decisivamente para que a temporada de 1993 tenha sido a melhor de sempre da História do clube, com a conquista da “tripleta” nas 3 competições oficiais nacionais.

Após a sua saída os leões ainda triunfaram na Taça de Portugal no ano seguinte, mas depois a modalidade eclipsar-se-ia definitivamente…

Miguel Maia passou mais tarde por Itália (Crema) e Sp. Espinho (onde iniciaria o percurso de treinador).

Deu também nas vistas no Voleibol de Praia, onde formou uma dupla magnífica com João Brenha. Chegaram ao ponto de obterem dois 4ºs lugares em Jogos Olímpicos – Atlanta 96 e Sidney 2000, para além de diversos Campeonatos Nacionais.

Para a temporada 2017/18 regressou ao Sporting para capitanear a nossa nova equipa de Voleibol, recheada de bons jogadores e focada no objetivo de regressar aos títulos – o que aconteceu, com a conquista do Campeonato Nacional, 24 anos depois!

Foi galardoado com o Prémio Stromp.

Post to Twitter

Comments (7)

 

  1. sporting canal says:

    Tem razão. Junho já é Verão:) De facto, o correcto é dizer: O Sporting ganhou a 1ª Supertaça a 30 de Junho de 1991 mas o Miguel Maia ainda não jogava no clube. Chegou mais tarde, nesse mesmo Verão.

  2. Henrique Salgado says:

    eeheheheh

    30 de Junho já é Verão….

    ….”Verão seguinte” pressupõe… ano seguinte.

    Grande abraço.

    Como é bom discutir estes “pormaiores”, de grandeza Leonina… de Grandes Leões…

  3. sporting canal says:

    Mas isso foi precisamente o que eu disse antes:)

  4. Henrique Salgado says:

    Só + uma nuance

    a 30 de Junho de 1991, o Miguel Maia ainda não jogava no clube – chegou no Verão seguinte.

    Chegou nesse Verão… jogou connosco, entre o Verão 91 e a Primavera 94.

  5. Henrique Salgado says:

    Engraçado, tinha ideia que só na época 1992/1993, a Supertaça se realizou no final da época, dando origem à n/ “tripleta”…
    …apontava as 3 SuperTaças ao Miguel, pois “via” essa Supertaça acima referenciada, disputada já no início da época 91/92.
    Engraçado, também, que recentemente, tive que contactar o Miguel Maia, a propósito do CV (desportivo) dele, pois o meu Núcleo galardou-o e ele “confirmou” as 3 SuperTaças Leoninas.
    Mas como também me mandou os títulos de campeão, com algumas trocas… admito que ele próprio esteja equivocado.
    Afinal, são já tantas conquistas…
    Cumps.
    SL

  6. sporting canal says:

    Agradeço as palavras simpáticas e o interesse. Quanto ao Miguel Maia, ele ganhou duas Supertaças. Na 1ª ganha pelo Sporting, a 30 de Junho de 1991, o Miguel Maia ainda não jogava no clube – chegou no Verão seguinte. Depois disso o Sporting ganhou mais duas (nos 2 anos seguintes), aí sim, com o Miguel Maia fazendo parte da equipa.

  7. Henrique Salgado says:

    Amigo, excelente sítio para vermos tudo sobre o Clube; atenção, o MMaia, connosco, ganhou 3 SuperTaças.
    Abraço.

Deixe o seu comentário