Encarnação

António Júlio Almeida da Encarnação nasceu a 28 de Maio de 1944. Começou a dar os primeiros passos no Basquetebol em 1957 (no Clube dos Galitos de Aveiro), e alinhou até 1981. Foi um “poste” (dos melhores de sempre em Portugal), com 1m98cm (uma altura considerável numa altura em que os jogadores altos não abundavam) e um dos primeiros a fazer “afundanços” em jogo no nosso país.

Afirma que o Sporting ficou marcado no seu coração ao longo da mais de uma década em que alinhou de verde e branco (chegando a capitão de equipa). Pelos leões, como títulos mais relevantes, conseguiu 1 Campeonato Nacional (68/69) e uma Taça de Portugal (74/75).

O jogador ao lado do qual mais gostou de alinhar foi Zé Mário, que era um pouco mais velho e dava sempre bons concelhos aos jovens. “Tinha uma postura impecável em campo, era um grande homem e um grande jogador”. O seu treinador preferido foi o primeiro no Sporting – o prof. Guilherme Bernardes, aquele que mais lhe ensinou. Manuel Sobreiro foi o jogador que mais o surpreendeu pela positiva, “pois não sendo alto impunha-se pela excelente condição física, visão de jogo e jogo de equipa”.

O melhor momento da carreira aconteceu quando foi selecionado pela 1ª vez para a Seleção Nacional que ia disputar os jogos Luso-Brasileiros em 1966 em Lourenço Marques – Moçambique. O pior momento ocorreu numa expulsão num Sporting-Benfica “sem ter feito absolutamente nada”, de tal maneira que nem castigo apanhou.

Afirma que a temporada 1968/69 foi a melhor da sua carreira foi ganhou tudo o que havia para ganhar ao serviço do Sporting (Campeonato Nacional, Campeonato Metropolitano e Campeonato Distrital – não ganhou a Taça de Portugal porque o clube não foi inscrito).

Para ele Carlos Lisboa é o melhor basquetebolista português de sempre.

Adora os Estados Unidos da América e a cidade de Nova Iorque. “O Crime do Padre Amaro” é o livro preferido, “Pretty Woman” é o filme da sua vida. Destaca nas atrizes Ivone Silva e nos atores António Silva. Na música é fã de Zeca Afonso e à mesa prefere bacalhau.

Vive há mais de 25 anos nos EUA.

Este texto foi elaborado com base numa entrevista de António Encarnação ao site www.basketpt.net

Post to Twitter

Comments (1)

 

  1. Antonio Sousa Santos says:

    Encarnação
    Foi com surpresa que o encontrei.
    Lembro-me perfeitamente de si e da sua qualidade.
    Que esteja bem é o que desejo…

Deixe o seu comentário