1948 – Campeões Nacionais de Futebol, em Vila Real de Stº António

30 de Maio de 1948. Última jornada do Campeonato Nacional. O jogo disputou-se no Campo Francisco Gomes Socorro em Vila Real de Santo António e o Sporting tinha de ganhar para ser Campeão. Orientados por Cândido de Oliveira, os leões alinharam com: Azevedo; Álvaro Cardoso e Juvenal; Canário, Manecas e Veríssimo; Jesus Correia, Vasques, Peyroteo, Travassos e Albano.

Este jogo era a última esperança do Benfica, do qual o Lusitano era antiga e dedicada delegação. Compreender-se-à, portanto, o ardor com que os algarvios procuraram contrariar os intentos leoninos. Todavia a superioridade técnica sportinguista era de tal modo flagrante que nada poderia opôr-se-lhe… Aos 13 minutos Jesus Correia fez o 1-0, à meia-hora Angelino empatou e aos 43 minutos Albano fez o 2-1.

Na 2ª parte Jesus Correia decidiu a contenda com 2 golos aos 73 e 85 minutos. Entre os leões Peyroteo fez um grande jogo mas encontrou um Isaurindo muito inspirado. Canário, Manecas e Veríssimo foram a “alma” da equipa com magnífica exibições, tanto a defender como a lançar o ataque.

A história do desafio foi a emoção que o rodeou – por ser decisivo, pois em termos de jogo jogado e de luta entre as equipas o Sporting nunca deu chances ao adversário.

Esta foi o 8ª vez que o futebol sportinguista se sagrou campeão de Portugal.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário