Diogo Neves sagra-se Campeão da Europa de Kick-Boxing

28 de Maio de 2011. O lutador sportinguista Diogo Neves sagrou-se Campeão da Europa de Kick-Boxing, na categoria de – 71,800 kg num combate realizado na localidade francesa de Yerville, perto de Paris. Diogo Neves venceu o atleta da “casa”, Dave Deprataeter, de 35 anos, alcançando o título nesta categoria da principal organização mundial da modalidade, a World Association of Kick-Boxing Organization (WAKO).

Segundo Diogo Neves:“Só fomos informados da possibilidade de participar na disputa do título na 5ª feira, pois fomos convocados de urgência pela Federação Internacional para substituir um lutador ucraniano que não pôde entrar em França devido a um problema logístico. Estava a preparar-me para um combate de boxe e tive de mudar o chip para Kick-Boxing embarcando no dia seguinte para França. Nunca tinha feito 10 assaltos de 2 minutos na minha vida – tempo standard para combates por títulos europeus – e não sabia sequer se estava bem preparado fisicamente, mas com as indicações táticas do mestre Fernando Fernandes tentei gerir o esforço nos primeiros assaltos e depois aumentar o ritmo, o que funcionou na perfeição”.

No dia seguinte ao da conquista do título – atribuído aos pontos por unanimidade dos 3 juízes que analisaram o combate, Diogo Neves referiu com entusiasmo: “Ainda não desci bem à terra. O meu combate foi o principal do evento e chegámos muito tarde ao hotel na noite de sábado e apenas hoje, quando vi o cinturão a lado da cama, é que percebi que tinha concretizado um sonho. Tenho 22 anos, pratico esta modalidade há 7, e sempre trabalhei para isto. Porém, como o mestre Fernando afirma, sinto que agora é que estou a começar, pois este título vai abrir muitas portas, sobretudo para combates no estrangeiro”.

Fernando Fernandes salientou que: “O facto do Diogo já ter estado em Madrid a disputar o título europeu, e participado em outros eventos fora de Portugal, proporcionou-lhe os pontos necessários no ranking internacional para ser convidado para a discussão do título europeu. Tudo correu muito bem e conseguiu silenciar os mais de 1.000 espectadores que estavam a apoiar o atleta francês. É uma grande vitória, o culminar dum trabalho de muitos anos e, da forma perfeita como decorreram estes dias, parece que o título estava à nossa espera. É uma alegria enorme poder contribuir para mais um título internacional do Sporting”.

Texto baseado num outro publicado em sporting.pt

Post to Twitter

Deixe o seu comentário