Vitória prestigiante na despedida (que não se confirmaria) de Filipe dos Santos

2 de Junho de 1927. O Futebol sportinguista não esteve em grande plano nessa temporada, mas neste dia, no Campo Grande, os leões brilharam frente ao Swansea. A equipa galesa havia eliminado o Arsenal na meia-final da Taça de Inglaterra, e chegou a Lisboa com uma enorme aura de qualidade.

O jogo teve uma carga emocional forte pois marcou a despedida (pensava-se na altura, mas não se viria a confirmar) dos campos de jogo do carismático Filipe dos Santos (foto), um centrocampista de “antes quebrar que torcer”.

Para surpresa geral (devido ao grande prestígio do adversário), o Sporting arrancou uma magnífica exibição, triunfando por uns inequívocos 4-1. Os golos sportinguistas foram da autoria de Cervantes, Serra e Moura, José Manuel Martins e Abrantes Mendes.

O caricato da situação foi que o projeto de convidar a equipa profissional do País de Gales para esta partida redundou num prejuízo de quase 13 contos para o Sporting. A importância para fazer face ao prejuízo foi tirada do Fundo do Empréstimo Interno pela Direção que se seguiu à Comissão Administrativa, importância que não foi novamente depositada no empréstimo, visto a falta de recursos financeiros com que o clube lutava…

Post to Twitter

Deixe o seu comentário