1978 – Campeões Nacionais de Andebol, no início de mais um período de hegemonia

3 de Junho de 1978. Após 4 anos de jejum que se seguiram ao inédito penta, o Andebol do Sporting reeniciou em 1978 uma nova série de títulos nacionais que viria a culminar num tetracampeonato.

A disputa foi acesa com o Belenenses (que tinha ganho 3 títulos nos últimos 4 anos), e foi precisamente frente aos azuis do Restelo, em Alvalade, o jogo derradeiro da fase final da competição – que também englobava o FC Porto e o Académico.

O Sporting entrou no encontro com a firme disposição de o vencer. A 1ª parte foi muito boa, e o intervalo chegou com 9-4 no marcador. O Sporting ainda chegou a 14-8, mas o Belenenses encetou então uma ótima recuperação até 14-12. Faltavam 5 minutos para o final e o empate chegava. O “medo” instalou-se nas bancadas de Alvalade, pois a turma belenense provava a sua grande categoria. No entanto, nos útimos minutos, João Gonçalves “pegou” no jogo e o último golo de Brito pôs fim às incertezas (o resultado final foi de 17-15). Era a festa e a consagração, o extravasar duma imensa alegria contida e reprimida por meia hora angustiante. Os novos campeões manifestaram grande contentamento sendo cumprimentados pelos seus adversários com grande desportivismo.

A equipa campeã: Pedro Miguel (Valverde), Brito (5), Carlos Correia (1), Fernando Jorge, João Gonçalves (2), Jorge (4), Adão, José Luís (1), Vasco (2), Miranda (2) e João Manuel.

Este foi o 11º Campeonato Nacional conquistado pelo Andebol leonino.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário