Dores

João do Nascimento Dores nasceu a 9 de Junho de 1920. Estreou-se oficialmente (com o técnico Jozef Szabo) a 8 de Outubro de 1939 (com apenas 19 anos) num Sporting-Carcavelinhos (9-1) para o Campeonato Regional de Lisboa. Nessa temporada fez 10 jogos, assumindo-se como a grande alternativa ao mítico Azevedo. Na gloriosa época que se seguiu (o Sporting ganhou tudo) jogou apenas duas vezes (uma delas no jogo de festa da última jornada, no Barreiro).

Em 1941/42 Dores teve a sua época mais efetiva alinhando em 14 partidas. Nas temporadas que se seguiram foi jogando de vez em quando, tendo passado mesmo 2 anos (45/46 e 46/47) sem qualquer jogo oficial – é que, para além da sua inegável categoria, Azevedo era alguém sempre disponível, mesmo em condições difíceis, e merecia enorme confiança dos treinadores.  A 3 de Abril de 1949 Dores jogou pela última vez oficialmente de “leão ao peito” numa receção ao FC Porto (1-2) para o Campeonato.

Em 10 temporadas, totalizou 50 jogos oficiais pelo Sporting e sofreu 80 golos. Fez parte das equipas que ganharam 4 Campeonatos Nacionais, 3 Taças de Portugal e 4 Regionais de Lisboa. Ninguém duvidava da sua categoria, mas o grande nível de Azevedo fez de Dores uma espécie de “eterno suplente” de luxo a quem nunca se ouviu palavras polémicas ou causadores de mau ambiente devido à sua condição.

Depois de deixar o Futebol a nível oficial jogou largos anos (quase até aos 80!) nos veteranos do Sporting.

Morreu em Novembro de 2000.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário